Com 7 "olímpicos", Mano planeja primeiro Londres-2012

segunda-feira, 26 de julho de 2010 19:19 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Copa do Mundo de 2014 no Brasil é o principal objetivo de Mano Menezes em seu trabalho à frente da seleção brasileira, mas o treinador está preocupado antes com o torneio olímpico de futebol dos Jogos de Londres, em 2012.

Sete jogadores com idade olímpica estão na primeira lista de Mano, anunciada nesta segunda-feira, incluindo o trio ofensivo do Santos Neymar, Paulo Henrique Ganso e André.

Além deles, Renan (goleiro do Avaí), Rafael (lateral do Manchester United), Sandro (meia do Internacional) e Alexandre Pato (atacante do Milan) estão dentro do limite de idade (23 anos durante a Olimpíada) para disputar os Jogos de Londres.

"Isso visa um trabalho paralelo de preparação desses jogadores, ambientação em termos de seleção, buscando prepará-los para o momento que dirigirmos nossas atenções exclusivamente para a Olimpíada", afirmou Mano em entrevista coletiva.

"Será uma etapa importante desse trabalho, que vai ser dividido em três bons momentos: Copa América (2011), Olimpíada e depois a Copa do Mundo. Vai ser uma sequência natural, vamos usar algumas datas que temos mais à frente especificamente para a seleção olímpica", disse o treinador, que confirmou que vai comandar a seleção nos Jogos de Londres.

O Brasil, que terá que disputar um torneio pré-olímpico para assegurar vaga na Olimpíada de 2012, ainda busca um título inédito no torneio de futebol dos Jogos. Em 2008, na Olimpíada de Pequim, a equipe comandada por Dunga perdeu para a Argentina nas semifinais, e acabou ficando com a medalha de bronze.

Um dos principais problemas enfrentados pela seleção em Olimpíadas é o fato de os clubes europeus não serem obrigados a liberarem seus jogadores para a competição. Como os jogadores brasileiros deixam o país muito cedo, a maioria deles já está atuando na Europa antes dos 23 anos.

Mano Menezes prometeu iniciar de forma bastante antecipada um trabalho de planejamento com vistas à Olimpíada, com o qual pretende convencer os times europeus a cederem os principais jogadores brasileiros para a competição.

"Pretendemos apresentar para eles um projeto com organização, que é isso que eles esperam de nós. Dessa forma esperamos ter uma seleção olímpica bastante reforçada para buscar a tão sonhada medalha olímpica que ainda não chegou", disse o treinador.

 
<p>O t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o brasileira, Mano Menezes, concede entrevista coletiva no Rio nesta segunda-feira. REUTERS/Sergio Moraes</p>