Button diz que deixaria F1 por ordens de equipe

sexta-feira, 30 de julho de 2010 12:47 BRT
 

Por Alan Baldwin

BUDAPESTE (Reuters) - O campeão mundial Jenson Button condenou as "ordens de equipe" na Fórmula 1 e disse que poderia deixar o esporte se não houver mais uma disputa limpa entre os pilotos.

O piloto da McLaren disse à Reuters que não aceitaria correr por nenhuma equipe que dividisse seus pilotos entre número 1 e 2.

"Eu não teria interesse em correr na F1 se, a partir da primeira corrida, houver uma possibilidade de que você seja o piloto número 1 ou número 2", disse o britânico no circuito de Hungaroring, onde acontece o GP da Hungria no domingo.

Os comentários do britânico acontecem após a polêmica do Grande Prêmio da Alemanha do fim de semana passado, quando a Ferrari foi multada pela Federação Internacional de Automobilismo por supostamente ter ordenado que Felipe Massa abrisse passagem para Fernando Alonso vencer a prova.

Button, que tem como companheiro de equipe o campeão mundial de 2008 Lewis Hamilton, acrescentou: "Você está aqui para ganhar, para ser o melhor, e você deve ter oportunidades iguais ao cara do seu lado, que está no mesmo carro que você."

"Se vocês não tiverem a mesma oportunidade, não é mais uma esporte de pilotos, se torna um esporte de equipes. Fórmula 1 é um esporte de equipes, mas quando você cruza a linha de chegada, você é a pessoa que ganha é o campeonato de pilotos."

"Para mim, se não fosse pelo individual, eu não estaria mais interessado em correr."

 
<p>Jenson Button da McLaren durante treino livre para o GP da Hungria em Hungaroring.O campe&atilde;o mundial condenou as "ordens de equipe" na F&oacute;rmula 1 e disse que poderia deixar o esporte se n&atilde;o houver mais uma disputa limpa entre os pilotos. 30/07/2010 REUTERS/Leonhard Foeger</p>