EUA convocam alemão naturalizado Jones para jogo com Brasil

quarta-feira, 4 de agosto de 2010 17:27 BRT
 

MIAMI (Reuters) - O meia alemão naturalizado norte-americano Jermaine Jones pode fazer sua estreia pela seleção dos EUA no amistoso da próxima semana contra o Brasil, em Nova Jersey, após ter sido incluído numa lista de 18 jogadores para a partida.

O técnico dos Estados Unidos, Bob Bradley, convocou 14 jogadores que disputaram a Copa do Mundo da África do Sul e outros quatro que não foram ao Mundial.

Os quatro que não estiveram na Copa são Jones, do clube alemão Schalke 04, o meia do Anderlecht Sacha Kljestan, Alejandro Bedoya, do time sueco Orebro, e o zagueiro Chad Marshall, do Colombus, da liga profissional dos EUA.

O pai de Jones é norte-americano e, apesar de o jogador ter defendido a seleção alemã em três amistosos, ele optou por jogar pelos EUA no ano passado. O meia só ficou de fora da Copa do Mundo devido a uma lesão.

"Este jogo é uma grande oportunidade para mostrarmos os jogadores do time que foi à Copa do Mundo que conquistaram o respeito e a admiração dos fãs de todo o país", disse Bradley.

"Ao mesmo tempo, nosso objetivo continua sendo competir e ter sucesso contra os melhores times do mundo. Com um grupo muito talentoso de jogadores, o Brasil será mais um teste difícil", acrescentou.

O atacante Jozy Altidore e o meia-atacante Clint Dempsey estão entre os jogadores que foram ao Mundial não convocados por Bradley, provavelmente para que possam dar seguimento a pré-temporada de seus clubes na Europa.

O futuro de Bradley como técnico dos EUA segue incerto. Nem ele nem a federação de futebol do país deram qualquer indicação se ele permanecerá após o fim de seu contrato, que termina em dezembro.

O amistoso do dia 10 de agosto será realizado no estádio New Meadowlands, em East Rutherford, Nova Jersey.   Continuação...

 
<p>Jermaine Jones do Schalke 04 beija tatuagem depois de marcar gol contra o Cottbus em jogo da Liga Alem&atilde; em 2009. O meia alem&atilde;o naturalizado norte-americano pode fazer sua estreia pela sele&ccedil;&atilde;o dos EUA no amistoso da pr&oacute;xima semana contra o Brasil. 17/04/2009 REUTERS/Wolfgang Rattay</p>