Messi defende que Maradona continue na seleção

quinta-feira, 5 de agosto de 2010 10:36 BRT
 

Por Nick Mulvenney

PEQUIM (Reuters) - O atacante do Barcelona Lionel Messi defendeu nesta quinta-feira que Diego Maradona continuasse como técnico da seleção da Argentina.

Messi recentemente fez parte da equipe argentina que, sob comando de Maradona, foi eliminada nas quartas de final da Copa do Mundo da África do Sul. Na semana passada, a Associação de Futebol Argentino decidiu não renovar o contrato do ídolo-mor do futebol do país.

"Claro que eu não quero que ele saia. Espero que fique, mas isso é o futebol, sempre há dúvidas", disse Messi a jornalistas antes do amistoso de sábado entre Barcelona e a equipe Beijing Guoan, da China.

Messi também não escondeu sua animação com a possível transferência do meia espanhol Cesc Fábregas do Arsenal para o Barcelona. "Tenho muita vontade de jogar com Fábregas como parte da mesma equipe algum dia," disse o craque argentino de 23 anos.

O amistoso de sábado contra o time campeão chinês ocorrerá no Estádio Nacional de Pequim, o "Ninho de Pássaro", exatamente dois anos depois de o local receber a abertura dos Jogos Olímpicos de 2008.

Messi tem boas lembranças dessa arena, onde a Argentina venceu a Nigéria por 1 x 0 na final olímpica.

(Reportagem adicional de Liu Zhen)

 
<p>O jogador argentino Lionel Messi, do Barcelona, descansa durante coletiva de imprensa em Pequim, 5 de agosto de 2010. Messi defendeu que Diego Maradona continuasse como t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o da Argentina. REUTERS/David Gray</p>