Manchester City quer resolver logo futuro de Robinho

sexta-feira, 6 de agosto de 2010 16:41 BRT
 

Por Mike Collett

MANCHESTER, Inglaterra (Reuters) - O Manchester City vai tentar resolver o quanto antes o futuro de Robinho, concluir as contratações de Mario Balotelli e James Milner, e provavelmente se desfazer de meia dúzia de jogadores nas próximas semanas, disse o técnico Roberto Mancini nesta sexta-feira.

O italiano, que tem praticamente fundos ilimitados para contratações graças ao investimento do bilionário dono do clube, xeque Mansour bin Zayed Al-Nahyan, de Abu Dhabi, acrescentou que a prioridade principal é resolver a situação de Robinho, cujo empréstimo para o Santos se encerrou esta semana.

Contratado junto ao Real Madrid em 2008 por 32 bilhões de libras, valor recorde do futebol britânico, o atacante não conseguiu brilhar no clube inglês e disse que deseja permanecer no Santos, onde estava desde janeiro, a retornar para o City.

A situação é complicada porque o Santos não possui o dinheiro necessário para comprar Robinho definitivamente, e uma possibilidade é que o atacante volte ao clube inglês e sirva como moeda de troca numa negociação com a Inter de Milão por Balotelli.

"Robinho está no Brasil agora até o amistoso da seleção brasileira (contra os EUA em Nova Jersey) na semana que vem, e depois disso acho que ele volta e eu vou conversar com ele", disse Mancini em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

"Depois que ele voltar nós vamos decidir. Ele pode estar mais feliz no Brasil, mas será difícil para ele ficar no Santos. De qualquer forma, vou falar com ele."

Mancini também disse que está negociando para contratar o meia do Aston Villa e da seleção inglesa James Milner e Balotelli, que nesta sexta-feira foi convocado pela primeira vez para a seleção italiana.

"Temos mais 20 dias até o fim da janela de transferências, mas agora estamos conversando com James Milner e Balotelli, e espero contratar os dois", afirmou.   Continuação...

 
<p>Robinho exibe trof&eacute;u da Copa do Brasil ap&oacute;s conquista do torneio pelo Santos: Manchester City quer resolver rapidamente o futuro do jogador. REUTERS/Lunae Parracho</p>