Cansaço prejudicou Inglaterra na Copa, diz Capello

domingo, 8 de agosto de 2010 17:51 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O treinador da seleção da Inglaterra, Fabio Capello, disse que sabia que a campanha da equipe deste ano na Copa do Mundo seria ruim antes mesmo da competição começar. Ele afirmou que seus jogadores estavam exaustos fisicamente e psicologicamente, segundo reportagens publicadas na imprensa britânica neste domingo.

A Inglaterra passou com dificuldades pela fase de grupos na África do Sul antes de ser goleada pela Alemanha por 4 x 1 na segunda fase, o que representou a pior derrota do time na Copa do Mundo.

"Nós jogamos a última partida em março e os jogadores estavam em boa forma", disse Capello ao Sunday Telegraph, falando sobre a vitória por 3 x 1 no amistoso contra o Egito em Wembley. "Mas quando jogamos os amistosos antes da Copa do Mundo, os jogadores não estavam com a mesma forma de março. Eles não eram os mesmos, fisicamente."

Ele acrescentou: "Nós sabíamos da situação antes da Copa do Mundo. Eu falei com a minha equipe, mas não podia admitir isso em público porque não seria bom para os jogadores. Quando nós começamos a jogar, eu percebi que estávamos cansados - nas partidas contra o México e Japão. Mesmo no último amistoso contra a África do Sul. O nível dos jogos foi o mesmo e eu estava preocupado."

"Nós tentamos de tudo. Eu falei com os médicos e fisioterapeutas para melhorar a situação, mas a África do Sul era um problema também de mentalidade."

DESCULPAS DE CAPELLO

Capello pediu desculpas aos torcedores que foram até a África do Sul para apoiar a Inglaterra e disse que teria entendido se a federação inglesa (FA, da sigla em inglês) tivesse optado por encerrar o seu contrato.

"Eu preferia ficar, mas se a FA tivesse decidido me demitir, eu teria entendido", disse o italiano ao Independent. "Eu falei muito sobre a situação, mas eu sou um lutador e nunca estagnei na minha carreira. Estou sempre olhando à frente."

"Eu pensei sobre diferentes soluções e, depois que falei com Sir Dave (Richards, presidente da federação), decidi ficar, pois queria melhorar a equipe para a Eurocopa - será muito importante para mim."   Continuação...