Bayern se nega a liberar Ribéry para audiência da federação

segunda-feira, 9 de agosto de 2010 12:31 BRT
 

PARIS (Reuters) - O Bayern de Munique não vai liberar o meia-atacante Franck Ribéry para uma audiência disciplinar da Federação Francesa de Futebol (FFF) que irá investigar o suposto envolvimento do jogador com o protesto da seleção durante a Copa do Mundo, informou o clube campeão alemão nesta segunda-feira.

Ribéry é um dos cinco jogadores da seleção francesa intimados pela FFF. A audiência está programada para o dia 17 de agosto, três dias antes do início da temporada do Campeonato Alemão.

"Dentro das regras da Fifa, os clubes são obrigados a liberarem seus jogadores apenas para datas marcadas no calendário internacional", disse o Bayern em comunicado publicado no site oficial (www.fcbayern.de).

"Não é o caso aqui e por esse motivo, o Bayern de Munique não disponibilizará Franck Ribéry para a audiência", acrescentou o comunicado.

Ribéry foi um importante integrante da equipe francesa que boicotou uma sessão de treino na África do Sul em apoio ao atacante Nicolas Anelka, que foi cortado da seleção por insultar o técnico Raymond Domenech.

Anelka, Patrice Evra, Eric Abidal e Jeremy Toulalan também foram intimados a depor.

 
<p>Franck Rib&eacute;ry, do Bayern de Munique, em sess&atilde;o de fotos da equipe, que disse que n&atilde;o ir&aacute; liberar o jgador para uma audi&ecirc;ncia disciplinar da Federa&ccedil;&atilde;o Francesa de Futebol. 02/08/2010 REUTERS/Michaela Rehle</p>