Arsenal marca no fim e arranca empate com Liverpool

domingo, 15 de agosto de 2010 15:49 BRT
 

Por Mike Collett

LONDRES (Reuters) - O Arsenal marcou aos 45 minutos do segundo tempo para conseguir um empate por 1 x 1 diante do Liverpool, com as duas equipes terminando a partida com 10 jogadores na estreia dos times no Campeonato Inglês, neste domingo.

O meio-campista do Liverpool e da seleção inglesa Joe Cole foi expulso no fim do primeiro tempo por uma entrada dura em sua primeira partida pelo clube, mas os anfitriões saíram na frente logo após o intervalo, quando o atacante David Ngog acertou a bola entre o goleiro Almunia e a trave.

O Arsenal chegou ao empate quando Marouane Chamakh cabeceou na trave e o goleiro do Liverpool Pepe Reina soltou o rebote dentro das próprias redes, quando faltavam apenas 15 segundos para o final do tempo regulamentar.

O zagueiro do Arsenal Laurent Koscielny, também estreante, foi expulso nos acréscimos pelo segundo cartão amarelo após pôr a mão na bola.

Cole foi expulso pouco antes do intervalo por uma dura entrada em Koscielny próximo à bandeira de escanteio do campo do Arsenal. Foi a primeira expulsão de sua carreira e ele ficará de fora dos próximos três jogos do Liverpool.

No entanto, o Liverpool marcou primeiro, logo depois do intervalo, quando Ngog, que fez três gols contra Rabotnicki na fase classificatória da Liga Europa, marcou novamente para deleite do seu novo treinador Roy Hodgson.

Apesar da vantagem numérica, o Arsenal não representou ameaça até os 41 minutos do segundo tempo, quando Reina fez uma defesa fantástica no chute do substituto Tomas Rosicky, espalmando a bola sobre o travessão.

Mas quatro minutos depois o espanhol falhou quando um cruzamento de Rosicky encontrou a cabeça de Chamakh e acertou a trave e o rebote passou pelas mãos de Reina e foi parar nas suas próprias redes.

 
<p>O Arsenal marcou aos 45 minutos do segundo tempo para conseguir um empate por 1 x 1 diante do Liverpool, com as duas equipes terminando a partida com 10 jogadores na estreia dos times no Campeonato Ingl&ecirc;s, neste domingo. REUTERS/Phil Noble</p>