Anelka é suspenso por 18 jogos após protesto na Copa do Mundo

terça-feira, 17 de agosto de 2010 13:04 BRT
 

Por Luc Folliet

PARIS (Reuters) - O atacante Nicolas Anelka foi suspenso da seleção francesa por 18 jogos depois do protesto dos jogadores durante a Copa do Mundo, anunciou a Federação Francesa de Futebol (FFF) nesta terça-feira.

O capitão da seleção na Copa do Mundo, Patrice Evra, foi suspenso por cinco jogos por liderar o boicote a uma sessão de treinamento na África do Sul em apoio a Anelka, que tinha sido expulso da seleção por insultar o então técnico Raymond Domenech.

A FFF suspendeu Franck Ribéry por três jogos e Jeremy Toulalan por um. Eric Abidal escapou das sanções.

"Queríamos a sanção de Anelka para que servisse de exemplo", disse o presidente da comissão disciplinar da FFF, Jean Mazzella.

Os cinco jogadores, acusados de terem liderado o controverso comportamento da França na África do Sul, foram convocados para uma audiência da FFF na sede da organização, em Paris.

Ribéry, cujo clube Bayern de Munique se recusou a liberá-lo, e Anelka não compareceram à audiência, diferente dos outros três.

A França provocou um grande barulho na Copa do Mundo ao se recusar a treinar em sua base em Knysna, Cabo Ocidental, depois que Anelka foi enviado para casa em desgraça por seus comentários agressivos dirigidos a Domenech durante o intervalo do jogo contra o México, em Polowkane, em que a França perdeu por 2 x 0.

 
<p>Atacantes do Chelsea Nicolas Anelka durante partida do Campeonato Ingl&ecirc;es contra o West Bromwich Albion em Londres REUTERS/Kieran Doherty</p>