Cielo pede anulação de recordes conquistados com maiôs especiais

sexta-feira, 20 de agosto de 2010 09:02 BRT
 

Por Gerard Wright

IRVINE, Califórnia (Reuters) - O campeão olímpico e mundial de natação César Cielo pediu que todos os recordes conquistados usando trajes de alta tecnologia sejam cancelados agora que o esporte retornou aos antigos trajes de tecido.

Cielo, que detém os recordes mundiais para os 50 metros e 100 metros livres, disse que os tempos atingidos eram agora irrelevantes, dado a decisão da Fina no ano passado de proibir trajes de poliuretano nas competições a partir do início deste ano.

"Os tempos que fizemos no ano passado deveriam ser anulados", disse Cielo a jornalistas depois de terminar em terceiro lugar na final masculina de 100 metros nado livre durante o Campeonato Pan-Pacífico de Natação na quinta-feira. "Está simplesmente bagunçando a cabeça de todo mundo."

A decisão de proibir o uso de trajes tecnológicos foi feita pela entidade internacional que controla o esporte, depois que 43 recordes foram batidos no Campeonato Mundial de natação no ano passado por nadadores usando os trajes de última geração.

Cielo conquistou todos os seus melhores tempos usando os maiôs especiais que o ajudam a reduzir a resistência da água e aumentar a flutuabilidade.

Ele bateu o recorde mundial de 100 metros, com 46,91 segundos, no Campeonato Mundial do ano passado em Roma e conquistou o recorde dos 50 metros, com 20,91 segundos, em dezembro no Brasil.

"Não vejo um motivo para manter um recorde mundial de 46,9 segundos se mal estamos batendo os 48 (segundos)", disse Cielo. "O mais importante é vencer, não bater um recorde mundial."

 
<p>C&eacute;sar Cielo comemora ap&oacute;s ganhar a final dos 50 metros estilo livre nos Campeonatos Mundiais em Roma, 1o de agosto de 2009. O campe&atilde;o ol&iacute;mpico e mundial de nata&ccedil;&atilde;o pediu que todos os recordes conquistados usando trajes de alta tecnologia sejam cancelados agora que o esporte retornou aos antigos trajes de tecido. REUTERS/Alessandro Bianchi</p>