Teixeira admite pressão para definir logo arena de SP para Copa

terça-feira, 24 de agosto de 2010 17:46 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e do comitê organizador da Copa de 2014, Ricardo Teixeira, disse nesta terça-feira que o tempo está se esgotando para a definição do estádio de São Paulo para o Mundial, mas que tem esperança de se encontrar uma solução.

Segundo Teixeira, haverá esta semana um encontro com o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab, para discutir a participação da cidade no torneio que será sediado pelo Brasil.

"Está previsto um encontro... isso está cada vez mais se afunilando e estamos ficando pressionados pelo tempo. Tenho esperança que vamos encontrar uma solução", afirmou o dirigente a jornalistas.

Teixeira disse considerar imprescindível que o Estado de São Paulo participe da Copa de 2014 devido a sua importância econômica e política.

"Eu corroboro o que disse o presidente Lula. É um absurdo que São Paulo não tenha tido até agora a possibilidade de oferecer um estádio ao comitê organizador e à Fifa", afirmou, referindo-se a declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na segunda-feira apoiando a participação de São Paulo na competição.

"Temos o maior interesse que São Paulo não só participe da Copa como seja o estádio de abertura. É primordial que São Paulo siga adiante para nos apresentar um projeto e uma solução Nós precisamos de São Paulo."

O Morumbi, primeira escolha paulista para sediar o Mundial, foi descartado pela Fifa depois que o São Paulo Futebol Clube, proprietário do estádio, não apresentou as garantias financeiras para as reformas necessárias para a Copa.

Entre as opções paulistas, estão a construção de um estádio completamente novo em Pirituba, zona norte da capital, uma reforma e ampliação do estádio do Pacaembu, inaugurado em 1940, uma ampliação no projeto de reforma do Palestra Itália, do Palmeiras, e a construção de uma nova arena pelo Corinthians.

No Rio de Janeiro, as obras de adaptação do estádio do Maracanã para o Mundial foram iniciadas nesta terça-feira e o presidente da CBF reiterou que não tem dúvidas de que os estádios selecionados para 2014 estarão prontos no prazo fixado pela Fifa.   Continuação...