Rogge exalta sucesso antes de encerrar Jogos da Juventude

quinta-feira, 26 de agosto de 2010 15:41 BRT
 

Por Patrick Johnston

CINGAPURA (Reuters) - Um crescente de tambores, uma lista eclética de cantores e uma exuberante explosão de fogos encerraram nesta quinta-feira a primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude.

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jaques Rogge, encerrou o evento na maior plataforma flutuante do mundo na Marina Bay e entregou a bandeira olímpica ao prefeito da cidade chinesa de Nanjing, que receberá a próxima edição dos Jogos, em 2014.

A cerimônia contou com mensagens dos três embaixadores da Olimpíada da Juventude, os campeões olímpicos Usain Bolt, Michael Phelps e Yelene Isinbayeva, com todos os jovens atletas posicionados no palco.

Rogge recebeu muitos aplausos das 27.000 pessoas que lotaram o local da cerimônia de encerramento, após dizer a Cingapura que eles fizeram "um trabalho magnífico" na organização dos Jogos da Juventude, um evento que ele incentivou desde o início da sua presidência.

Mais cedo, em sua entrevista coletiva de encerramento, Rogge afirmou: "Os Jogos Olímpicos da Juventude excederam imensamente as minhas mais altas expectativas."

O evento de 12 dias envolveu 3.500 atletas de 14 a 18 anos de mais de 200 países, competindo em 26 esportes olímpicos.

O Brasil, representado por 81 atletas em 20 modalidades, conquistou sete medalhas, sendo três de ouro, três de prata e uma de bronze. O boxeador David Lourenço e Caio Cezar Fernandes, com duas vitórias no atletismo, conquistaram os ouros do país na competição.

"Os Jogos Olímpicos da Juventude vieram em um momento muito especial para o esporte brasileiro. Tivemos a oportunidade de dar experiência internacional para estes jovens atletas, que, devido a sua idade, têm grandes chances de disputar os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro em 2016", disse Marcus Vinicius Freire, superintendente executivo de esportes do COB.