Lula defende a "profissionalização" dos clubes brasileiros

terça-feira, 31 de agosto de 2010 20:32 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira que um dos principais desafios do futebol brasileiro é a profissionalização e que tentará apresentar um plano de previdência para os jogadores até o fim do ano.

"Eu fico vendo o futebol europeu pela televisão e eles têm uma organização muitas vezes melhor do que a nossa, porque se profissionalizaram", disse Lula, que declarou sentir "inveja" destes times.

Na sede do Corinthians, o presidente foi homenageado como cidadão corintiano, clube pelo qual torce "a vida inteira" e que completa 100 anos na quarta-feira.

Lula disse sofrer com o time e ser considerado "pé-frio" pela primeira-dama, Marisa Letícia. "A Marisa às vezes me tira da sala porque me diz que sou pé-frio e me diz: 'vai embora que eu te ligo'", afirmou, sob risos da plateia.

"Eu fico com um pé dentro e outro fora para ver se eu dou sorte ao meu clube."

Lula afirmou que tentará apresentar um projeto que prevê um plano de previdência a jogadores brasileiros até o final de seu mandato, e, num recado aos clubes, disse ter a solução para o problema dos cambistas.

"Quando os clubes quiserem acabar com os cambistas...a Caixa (Econômica Federal) está pronta para vender quantos ingressos as pessoas quiserem nas redes de loterias", disse.

(Reportagem de Hugo Bachega)

 
<p>O presidente Luiz In&aacute;cio Lula da Silva &eacute; homenageado pelo Corinthians, clube pelo qual torce e que completa 100 anos na quarta-feira. REUTERS/Paulo Whitaker</p>