Ferrari escapa de punição por ordem de equipe

quarta-feira, 8 de setembro de 2010 15:09 BRT
 

Por Alan Baldwin

PARIS (Reuters) - A Federação Internacional de Automobilismo manteve uma multa de 100 mil dólares imposta à Ferrari, mas não vai aplicar qualquer outra punição à equipe pelo episódio da ordem de equipe no GP da Alemanha em julho, informou um dirigente do automobilismo italiano nesta quarta-feira.

Angelo Sticchi Damiani, presidente da Federação Italiana de Automobilismo, disse que o Conselho Mundial de Automobilismo da FIA decidiu por unanimidade não impor nenhuma punição adicional.

Os fiscais da prova em Hockenheim multaram a Ferrari em 100 mil dólares por terem considerado que a equipe mandou o brasileiro Felipe Massa dar passagem para seu companheiro Fernando Alonso vencer a prova.

A decisão é um alívio para Alonso, cujas esperanças de título poderiam estar terminadas se a FIA optasse por punir o espanhol, que está em quinto lugar na classificação, a 41 pontos do líder Lewis Hamilton, da McLaren.

A Ferrari está em terceiro no Mundial de Construtores, 80 pontos atrás da Red Bull, e poderá competir normalmente no Grande Prêmio da Itália, em Monza, no próximo domingo.

Há aqueles que defendem a legalização das ordens de equipe, já que elas fazem parte da Fórmula 1 desde o início da categoria, em 1950. Outros argumentam que as regras devem ser respeitadas e que encorajar a manipulação dos resultados abertamente seria quebrar o espírito justo da competição.

 
<p>Pilotos da Ferrari Fernando Alonso e Felipe Massa no p&oacute;dio do GP da Alemanha de F1, em Hockenheim. 25/07/2010 REUTERS/Thomas Bohlen</p>