11 de Setembro de 2010 / às 16:29 / em 7 anos

Alonso larga em 1o em Monza e encerra seca de pole da Ferrari

Por Alan Baldwin

<p>Fernando Alonso colocou a Ferrari na pole position pela primeira vez desde o final de 2008. 11/09/2010 REUTERS/Stefano Rellandini</p>

MONZA, Itália (Reuters) - Fernando Alonso colocou a Ferrari na pole position, neste sábado, para o GP de Monza, casa da escuderia italiana, e encerrou a seca do time que vinha desde o final de 2008.

A equipe mais antiga e mais bem-sucedida da categoria ocupou o primeiro lugar no grid pela última vez há 31 corridas, quando o brasileiro Felipe Massa conquistou a pole em frente aos seus torcedores em São Paulo, na prova de encerramento daquela temporada.

O atual campeão mundial, Jenson Button, da McLaren, que precisa de uma vitória no domingo quase tanto quanto Alonso para continuar na briga pelo título, divide a primeira fila com o espanhol, com Massa em terceiro e o australiano Mark Webber, da Red Bull, em quarto.

Lewis Hamilton, da McLaren, que lidera o campeonato com três pontos de vantagem sobre Webber, restando seis provas, larga em quinto, na terceira fila, ao lado do alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, que também tem chance de levar o título.

Alonso e Button colocaram um fim na série de 17 provas consecutivas em que a Red Bull teve pelo menos um de seus pilotos na primeira fila e esta foi apenas a segunda vez na temporada que o time líder da competição não ficou com a pole.

Sob o olhar atento do presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, que esmurrou o ar de alegria em frente ao pit wall com a conquista da primeira pole em casa desde 2004, Alonso foi o mais rápido quando realmente interessava.

ACERTOS DIFERENTES

“Amanhã, nós precisamos de um pódio, pelo menos, para continuar na briga”, disse o bicampeão Alonso, que fará sua primeira corrida em Monza como piloto da Ferrari depois de se transferir da Renault no ano passado.

“Não há nenhuma grande pressão sobre nós, mas não podemos arcar com outro resultado ruim ou não terminar uma prova”, acrescentou Alonso, que já venceu duas vezes nesta temporada, mas está em quinto na classificação geral, 41 pontos atrás do líder.

Button, de volta à primeira fila, também precisa ganhar pontos para diminuir a vantagem de Hamilton.

“Um pódio seria bom, mas temos de correr pela vitória”, disse ele. “Será uma prova interessante, com os carros passando por diferentes níveis da força G.”

Button optou por um acerto diferente do de Hamilton, que decidiu não usar o dispositivo de duto de ar, que estabiliza a asa traseira e melhora a velocidade nas retas.

Mas o dispositivo não oferece uma vantagem tão grande no circuito de Monza com suas retas longas porque os carros têm asas traseiras especiais desenvolvidas para otimizar o efeito aerodinâmico.

A McLaren chegou como favorita ao circuito mais rápido do calendário, enquanto a Red Bull esperava ter dificuldades, e Button disse estar surpreso com o ritmo da Ferrari.

“Pessoalmente, não esperava que a Ferrari fosse tão rápida como conseguiram”, declarou ele.

Hamilton, o outro piloto que não é da Red Bull a conquistar a pole position nesta temporada, espera conseguir se recuperar no domingo.

“Tomara que possamos ser bem rápidos nas retas comparados com os outros”, disse ele aos repórteres.

“Não tive força G suficiente. Estava derrapando bastante e não consegui ter ritmo. Jenson fez um grande trabalho e conseguiu o segundo lugar.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below