September 12, 2010 / 7:32 PM / 7 years ago

Hamilton vive outro pesadelo em Monza

4 Min, DE LEITURA

Por Alan Baldwin

MONZA, Itália (Reuters) - Lewis Hamilton sofreu outro pesadelo em Monza neste domingo ao abandonar o Grande Prêmio da Itália sem completar uma volta sequer, perdendo a liderança do campeonato.

O piloto da McLaren tocou suas rodas com a Ferrari do brasileiro Felipe Massa na chicane Della Roggia enquanto lutava pelo terceiro lugar, quebrando a suspensão dianteira direita do seu carro.

A Ferrari de Massa não sofreu danos e ele seguiu rumo ao terceiro lugar, com seu companheiro de equipe Fernando Alonso vencendo e Jenson Button, da McLaren, em segundo, após liderar mais da metade da corrida.

Hamilton caiu para o segundo lugar na classificação geral, cinco pontos atrás do australiano Mark Webber que terminou a corrida na sexta colocação.

Os cinco melhores pilotos estão agora separados por apenas 24 pontos -- menos que a pontuação por uma simples vitória -- restando cinco corridas, resultando na mais equilibrada batalha pelo título em décadas.

"O campeonato não acabou, mas dias como este e erros como o que eu cometi hoje podem resultar na perda de campeonatos mundiais", disse Hamilton. "Só tenho que culpar a mim mesmo.

"É um daqueles dias em que se está no lugar errado na hora errada. Não há nada que eu possa fazer, realmente. Tive um bom início mas não sei no que eu estava pensando", disse a repórteres.

Hamilton, campeão mundial em 2008, largou em quinto e com uma boa chance de manter sua vantagem de três pontos sobre Webber.

"Eu tive um bom início e ganhei uma posição, subi para quarto. Na realidade eu deveria talvez ter permanecido lá por algum tempo", disse o britânico de 25 anos.

"Eu pus meu carro por dentro e tentei a terceira colocação na segunda curva -- obviamente havia pouco espaço. Estou muito desapontado comigo mesmo e lamento pela equipe. Eu realmente tenho que refletir e seguir para a próxima corrida e tentar ajudar a equipe a conquistar todos os pontos que eu puder."

O abandono de Hamilton, seu segundo consecutivo na Itália, foi o segunda nas últimas três provas, embora ele tenha vencido a corrida anterior, na Bélgica.

O britânico foi pole em Monza no ano passado mas bateu na última volta quando estava em terceiro.

"Sair da corrida sem pontuar quando se está lutando pelo campeonato é muito difícil e decepcionante", disse o chefe da equipe McLaren, Martin Whitmarsh.

"Ele olhou para a equipe e nós olhamos de volta. Inevitavelmente, à luz fria do dia... não queríamos que ele fizesse certas coisas. Mas isso é o que um grande piloto tem que fazer. Ele tem que assumir riscos", disse.

"Nesta ocasião, não deu. Alguns centímetros para a esquerda ou para a direita e tudo teria ido bem."

Reportagem adicional por Mark Meadows

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below