15 de Setembro de 2010 / às 15:42 / em 7 anos

De volta à Espanha, Nadal nega ser o maior esportista do país

<p>Rafael Nadal, vencedor do Aberto dos EUA de 2010, posa com o trof&eacute;u na Times Square de Nova York. Nadal chegou nesta quarta-feira a Madri ap&oacute;s ter se tornado apenas o s&eacute;timo tenista da hist&oacute;ria a conquistar os quatro Grand Slams, mas negou que seja o maior esportista espanhol de todos os tempos. 14/09/2010 REUTERS/Shannon Stapleton</p>

MADRI (Reuters) - Rafa Nadal chegou nesta quarta-feira a Madri após ter se tornado apenas o sétimo tenista da história a conquistar os quatro Grand Slams, mas negou que seja o maior esportista espanhol de todos os tempos.

O tenista de 24 anos já participou de uma série de atos públicos e aparições na tevê desde que conquistou seu primeiro título do Aberto dos Estados ao derrotar o sérvio Novak Djokovic na final de segunda-feira.

Apesar da vitória em NY, que se soma aos cinco títulos no Aberto da França, dois de Wimbledon e um Aberto da Austrália, Nadal disse que não pode ser considerado o maior esportista espanhol de todos os tempos.

“Não acredito de forma alguma. E mais, com certeza eu não sou”, disse Nadal a jornalistas no aeroporto de Madri. “Seria uma grande arrogância da minha parte. Todos os atletas têm um mérito pelo que significam em seu esporte.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below