Fifa indica que Catar é muito pequeno para receber Copa do Mundo

quinta-feira, 16 de setembro de 2010 16:15 BRT
 

Por Regan E. Doherty

DOHA (Reuters) - O tamanho do Catar, mais do que o calor escaldante ou o fato de ser uma nação islâmica, pode prejudicar o país em sua tentativa de sediar a Copa do Mundo de 2022, disse nesta quinta-feira o chefe da equipe de inspeção da Fifa.

O Catar, que seria o menor país a receber um Mundial desde a Copa de 1930 do Uruguai, destacou as vantagens de se realizar uma competição compacta, com nenhum dos 12 estádios a mais de uma hora de viagem um do outro.

No entanto, Harold Mayne-Nicholls, chefe da equipe de seis inspetores da Fifa que passou três dias no Estado do Golfo, disse que realizar a Copa no Catar "representaria uma série de desafios logísticos".

"Do ponto de vista organizacional, o Catar tem potencial para receber um evento esportivo como a Copa do Mundo. (Mas) até hoje nós tivemos apenas um torneio com um conceito similar, e foi a primeira Copa do Mundo, em 1930 no Uruguai", acrescentou.

"Eram apenas 13 times jogando naquela época, em dois estádios na mesma cidade. Isso funcionou bem há 80 anos, mas o escopo do evento, como nós sabemos, mudou drasticamente. Hoje temos 32 times, e a edição passada na África do Sul teve mais de 80.000 credenciados, incluindo 15.000 pessoas da mídia, além de centenas de milhares de torcedores que viajaram para o país-sede", acrescentou.

"Atualmente não há acomodação e transporte, mas vocês nos garantiram que estão preparados para mudar isso, e vários projetos de desenvolvimento estão em andamento."

Em resposta, o chefe da candidatura, Mohammed bin Hamad bin Khalifa Al Thani, membro da família real do Catar, disse que o país pode cumprir cada exigência para realizar um Mundial de sucesso.

"Acreditamos firmemente que agora é o momento certo. Temos 12 anos de preparação pela frente", disse. "Queremos provar ao mundo que o Oriente Médio, assim como a África, pode realizar um Mundial de sucesso. Escolher o Catar não é uma decisão arriscada, é uma escolhe firme. Vocês com certeza não vão se arrepender", disse.   Continuação...

 
<p>Catar apresenta modelo do est&aacute;dio Al-Wakrah, que ser&aacute; constru&iacute;do caso o pa&iacute;s seja escolhido sede da Copa do Mundo de 2022. REUTERS/Divulga&ccedil;&atilde;o</p>