17 de Setembro de 2010 / às 18:15 / 7 anos atrás

Cingapura vai mostrar o rumo do título, diz Button

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O Grande Prêmio de Cingapura, que será realizado na semana que vem, irá mostrar para onde o título da Fórmula 1 está se encaminhando e se a McLaren conseguirá fazer frente à Red Bull e à Ferrari nas últimas corridas da temporada, de acordo com o campeão mundial Jenson Button.

"Acho que teremos uma ideia mais clara de qual será o destino do campeonato mundial", afirmou o britânico durante uma apresentação da McLaren. Ele é um dos cinco pilotos na briga pelo título, em uma disputa muito acirrada.

"A última vez que estivemos em uma pista de baixa velocidade foi na Hungria, ainda no início de agosto", acrescentou.

"Nosso carro não era particularmente competitivo e talvez nós não tivéssemos uma visão correta do ritmo das principais equipes porque havíamos visitado apenas dois circuitos de alta velocidade."

A Red Bull foi dominante na Hungria, mas teve mais dificuldades na Bélgica e no circuito de alta velocidade em Monza, na semana passada. Nenhum dos pilotos da escuderia subiu ao pódio italiano, em uma disputa vencida por Fernando Alonso, da Ferrari.

Apesar disso, o australiano Mark Webber, da Red Bull, desbancou da liderança do campeonato o inglês Lewis Hamilton, da McLaren, que abandonou a corrida em Monza na primeira volta.

Hamilton, que venceu em Cingapura no ano passado, tentará repetir o resultado para apagar a frustração na Itália.

"Eu já impus um limite em se tratando de Monza. Aprendi a partir de experiências anteriores e, ainda que tenha sido extremamente decepcionante, estas coisas às vezes são o que você precisa para aguçar a sua mente e elevar o seu potencial e sua motivação em um momento extremamente crucial da temporada", afirmou o campeão de 2008.

A McLaren tem se esforçado para melhorar o seu carro e pretende apresentar novidades que o tornará mais competitivo em circuitos mais lentos. Serão realizadas outras quatro corridas após Cingapura -- Japão, Coreia do Sul, Brasil e Abu Dhabi.

Enquanto isso, a Federação Internacional de Automobilismo adotou regras mais duras para impedir a flexibilização das asas dianteiras que supostamente estariam priviliegiando a Red Bull.

"Muita coisa mudou desde aquela corrida em Budapeste", Button. "Não se pode esquecer algumas grandes revisões das regras, em termos de flexibilidade da carroçaria e, além disso, os engenheiros trabalharam muito... para garantir que nosso carro está agora mais bem adaptado a circuitos lentos.

"Cingapura será interessante para todos nós - nós teremos não apenas uma ideia da velocidade da Ferrari e da Red Bull, como veremos pela primeira vez se nossos esforços dos últimos dois meses nos ajudaram a retomar o espaço nas pistas de alta tração."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below