Barcelona se recupera vence Atlético por 2 a 1

domingo, 19 de setembro de 2010 18:55 BRT
 

MADRI (Reuters) - O Barcelona se recuperou do tropeço do final de semana passado e voltou ao caminho de êxitos na liga espanhola de futebol ao conseguir uma importante vitória como visitante por 2 x 1 sobre o Atlético de Madrid.

A única má notícia para a equipe catalã poderia ser uma possível lesão do argentino Lionel Messi, que saiu de campo de maca e com gestos de dor nos minutos finais, após sofrer falta dura do tcheco Tomas Ujfalusi que acabou expulso.

Mais tarde, o Barcelona informou que seu atacante acabou torcendo ligamento externo do tornozelo direito e que não houve fratura. Novos exames serão conduzidos na segunda-feira.

O Barça vinha de uma surprendente derrota em casa para o recém-promovido Hércules por 2 x 0, mas recuperou-se rapidamente e pôs fim à invencibilidade do Atlético com uma atuação sólida em um barulhento e lotado estádio Vicente Calderón.

O Valencia somou seu terceiro triunfo consecutivo e se isolou na liderança do campeonato espanhol ao superar no domingo o Hércules por 2 x 1 como visitante, continuando assim o início perfeito de sua temporada.

Messi pôs o Barcelona em vantagem com uma boa finalização de esquerda aos 13 minutos, segundos após David Villa acertar uma bola na trave. No entanto, Raúl García anotou de cabeça o empate para o Atlético aos 25.

Apesar do empate, o Barça não perdeu o comando das ações e seguiu jogando melhor do que o rival, e obteve a recompensa quando o zagueiro Gerard Piqué selou o 2 x 1 aos 33 minutos com um chute cruzado.

O jovem goleiro do Atlético David De Gea salvou os anfitriões de tomarem mais gols de Villa, Messi e Xavi, entre outros.

Apesar da derrota, os torcedores locais se despediram com uma ovação a Andrés Iniesta, quando o meia da seleção espanhola foi substituído no fim da partida.   Continuação...

 
<p>Sergio Aguero (&agrave; dir.), do Atl&eacute;tico de Madri, &eacute; desafiado por Maxwell Scherrer, do Barcelona, em partida da primeira divis&atilde;o do Campeonato Espanhol em Madri, 19 de setembro de 2010. REUTERS/Paul Hanna</p>