23 de Setembro de 2010 / às 14:58 / 7 anos atrás

Índia luta para salvar Jogos da Commonwealth

<p>Crian&ccedil;as indianas s&atilde;o vistas perto de inunda&ccedil;&otilde;es em frente &agrave; vila atl&eacute;tica dos Jogos da Commonwealth, Nova D&eacute;lhi, 23 de setembro de 2010.Andrew Caballero-Reynolds</p>

Por Amlan Chakraborty

NOVA DÉLHI (Reuters) - A Índia está correndo contra o tempo para salvar os Jogos da Commonwealth (Comunidade Britânica), depois de atletas importantes terem desistido de participar e alguns países terem ameaçado não enviar suas delegações se as autoridades não arrumarem os locais considerados "impróprios para habitação humana."

A Escócia adiou seu embarque para Nova Délhi, e o País de Gales deu aos organizadores o prazo de até esta quarta para garantir a segurança dos locais das provas e da vila dos atletas. A equipe de natação da Nova Zelândia está procurando um "Plano B" para o caso de o evento ser cancelado.

O presidente da Federação dos Commonwealth, Michael Fennell, que criticou a sujeira nos locais do evento, chegará na quinta-feira para um provável encontro com o primeiro-ministro Manmohan Singh.

Milhares de atletas devem começar a chegar nos próximos dias, e os Jogos estão previstos para começar em 3 de outubro.

A Índia esperava que os Jogos, que movimentam 6 bilhões de dólares e são realizados a cada quatro anos, envolvendo países membros do antigo Império Britânico, pudessem servir para destacar seu peso econômico e político crescente, que rivaliza com os da China.

Em vez disso, os Jogos estão virando uma farsa. Alguns países deram aos organizadores um ultimato de poucos dias para preparar tudo, sob pena de enfrentaram desistências de delegações nacionais de um evento que, até agora, vem destacando apenas os clichês de sujeira, caos e corrupção relacionados à Índia.

Uma parte de um teto no local das provas de levantamento de pesos desabou na quarta-feira, um dia após a queda de uma passarela para pedestres ao lado do estádio principal ter ferido 27 operários.

Michael Cavanagh, presidente da Commonwealth Games da Escócia, disse à BBC: "Há relatos de cães vagando pela vila dos atletas, os apartamentos estão imundos, há pilhas de lixo, e até agora o local não está em condições de receber 6.500 atletas e autoridades."

"Vergonha Nacional" foi a manchete de um jornal indiano.

Há relatos sobre cães soltos, poças de água estagnada, operários urinando em público e fezes humanas encontradas na vila ainda inacabada onde os atletas devem se hospedar.

As poças de água estagnada servem de criadouro de mosquitos da dengue, e há sem-tetos vivendo diante do estádio principal. As autoridades governamentais indianas dizem que os problemas são de pouca importância e que os Jogos serão um sucesso.

Reportagem da sucursal da Reuters em Nova Délhi

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below