Novo técnico de Portugal diz que vaga na Euro é tarefa difícil

quarta-feira, 22 de setembro de 2010 14:48 BRT
 

Por Shrikesh Laxmidas

LISBOA (Reuters) - Portugal precisará acrescentar comprometimento aos talentos individuais de sua seleção para superar um mau começo nas eliminatórias para a Eurocopa de 2012, disse o técnico Paulo Bento nesta quarta-feira.

"É uma missão difícil, isso é claro, e os números não mentem, mas temos a capacidade, o talento e também temos a organização para completá-la", disse Bento em coletiva de imprensa.

Perguntado sobre como lidaria com os egos dos jogadores em uma equipe desarticulada que tem nomes como Cristiano Ronaldo, Bento alertou que haverá espaço em sua equipe apenas para aqueles que estiverem comprometidos com uma missão difícil.

"Nesse momento de dificuldade é totalmente proibido que eles pensem como indivíduos primeiro. Os jogadores têm minha admiração, mas eles também têm minhas exigências e meu rigor em um período de tempo muito curto", disse Bento.

O técnico de 41 anos foi nomeado na terça-feira para substituir Carlos Queiroz, que foi demitido por insultar agentes antidoping.

Ele comandará uma seleção que está em penúltimo lugar no Grupo H das eliminatórias da Eurocopa com apenas um ponto nas primeiras duas rodadas, depois de perder por 1 x 0 para a Noruega e de um empate de 4 x 4 em casa contra o Chipre.

"Um ponto de seis não é bom... estamos em uma situação complicada", disse Bento. Mas o técnico também lembrou que Portugal não ficou de fora de nenhum torneio importante desde a Copa do Mundo de 1998.

Os primeiros jogos de Bento no comando da seleção serão as eliminatórias no dia 8 de outubro contra a Dinamarca, em casa, e contra a Islândia quatro dias depois. Portugal está sob pressão para vencer os dois jogos para ter uma chance realista de chegar à Eurocopa.

(Reportagem de Shrikesh Laxmidas)

 
<p>Novo t&eacute;cnico de Portugal Paulo Bento durante entrevista coletiva em Lisboa. 22/09/2010 REUTERS/Rafael Marchante</p>