Felipe Massa quer se livrar dos fantasmas de Cingapura

quinta-feira, 23 de setembro de 2010 09:40 BRT
 

Por Peter Rutherford

CINGAPURA (Reuters) - Considerando o fiasco no pit stop de Felipe Massa no primeiro GP de Cingapura, serve de alento ao piloto da Ferrari o fato de neste ano o reabastecimento não ser permitido.

Massa foi o pole position no primeiro GP noturno da história, em 2008, mas caiu de primeiro para último lugar depois do atrapalhado reabastecimento, quando uma mangueira ficou presa no carro dele. O resultado acabou sendo decisivo para que ele perdesse o título mundial daquele ano para Lewis Hamilton.

No ano passado, Massa não disputou o GP de Cingapura porque se recuperava de um acidente sofrido na Hungria. Agora, diz que está ansioso por voltar a esse circuito de rua.

"Precisamos estar preparados para tudo", disse Massa a jornalistas nesta quinta-feira, enquanto um temporal desabava do lado de fora. "Sabemos que no molhado uma pista destas é muito mais difícil, mas precisamos estar preparados."

Este ano Massa está praticamente fora da briga pelo título, com 63 pontos atrás do líder Mark Webber, da Red Bull. Mas mesmo assim quer ir bem no domingo.

"Gosto da pista. Em 2008 fiz a pole position aqui e tinha um bom ritmo na corrida, e aí tivemos muitos problemas após o reabastecimento", disse ele, com um sorriso amargo. "Antes de mais nada, (a meta é) repetir a qualificação, e aí vamos pensar na corrida."

Por causa da proibição do reabastecimento neste ano, os carros têm de largar muito mais pesados, e fica bem mais difícil guiar pelo sinuoso circuito de rua.

"Esta é a grande diferença para o piloto: classificar um carro que seja talvez seis segundos mais rápido do que você terá na corrida. Isso torna a nossa vida um pouco mais difícil. Ultrapassar é muito difícil, porque é no meio de uma cidade. Não há uma reta longa, é uma esquina atrás da outra. Por isso a classificação é tão importante."

 
<p>Piloto da Ferrari Felipe Massa fala com a imprensa antes do GP da B&eacute;lgica em agosto. Considerando o fiasco no pit stop de Felipe Massa no primeiro GP de Cingapura, serve de alento ao piloto da Ferrari o fato de neste ano o reabastecimento n&atilde;o ser permitido. 26/08/2010 REUTERS/Francois Lenoir/Arquivo</p>