Mano deixa Neymar de fora da seleção para dar "exemplo"

quinta-feira, 23 de setembro de 2010 12:55 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A ausência de Neymar na lista de convocados para amistosos que a seleção fará em outubro serve de exemplo para os jogadores que almejam chegar à seleção brasileira, disse o técnico Mano Menezes.

Depois da confusão com o técnico Dorival Júnior, que resultou na demissão do treinador do Santos, Mano Menezes achou por bem dar uma pausa para reflexão ao atacante.

"Penso que é preciso deixar bastante claro a linha que estamos pensando na condução do trabalho. Sempre dissemos que o que vai trazer um jogador para a seleção é aquilo que ele produzir dentro do campo", disse Mano Menezes.

Apesar da punição a Neymar, Mano afirmou que a volta do atacante do Santos à seleção vai depender exclusivamente dele. "O futebol muito bem jogado, brilhante, dos últimos meses... se voltar a ser a norma, a regra, vai trazê-lo de volta à seleção brasileira", afirmou.

Mano revelou que pensou em conversar com Dorival Júnior após o episódio em que o atacante xingou o treinador e colegas após não ser escolhido pelo técnico para cobrar um pênalti durante a vitória sobre o Atlético de Goiás no Campeonato Brasileiro.

Mas a demissão de Dorival, após desentendimentos com a diretoria sobre qual deveria ser a punição a Neymar, inviabilizou essa conversa.

NOVIDADES

O treinador incluiu em sua lista várias novidades, casos dos meio-campistas Elias (Corinthians), Giuliano (Internacional) e Wesley (Werder Bremen); do lateral-direito Mariano (Fluminense) e do goleiro Neto (Atlético Paranaense).   Continuação...

 
<p>Atacante Neymar, do Santos, ficou de fora da lista de convocados da sele&ccedil;&atilde;o brasileira. 28/07/2010 REUTERS/Fernando Donasci</p>