September 23, 2010 / 8:54 PM / 7 years ago

Países adiam ida à Índia para problemáticos Jogos Commonwealth

4 Min, DE LEITURA

Por Paul de Bendern

NOVA DÉLHI (Reuters) - Mais nações adiaram seu embarque para participar dos Jogos da Commonwealth na Índia, enquanto os organizadores se apressam na quinta-feira para resolver problemas sanitários e de segurança que já levaram vários atletas importantes a desistirem da disputa.

A Nova Zelândia juntou-se ao Canadá e à Escócia na decisão de adiar a chegada devido às más acomodações oferecidas aos atletas na Vila dos Jogos, em Nova Délhi. As chuvas de monções e uma epidemia de dengue se somam às imagens de apartamentos sujos e de cachorros soltos pelas instalações.

Já o Quênia anunciou que enviará uma delegação de 240 pessoas, após receber garantias de segurança da Índia, disseram as autoridades. Mas vários atletas do país cancelaram sua participação devido a problemas físicos ou fadiga.

O País de Gales também confirmou sua participação nos Jogos da Commonwealth, que são realizados a cada quatro anos e reúnem principalmente países ligados historicamente pela colonização britânica. Estima-se que esta edição, que começa em 3 de outubro, custe 3,6 bilhões de dólares.

A Índia esperava usar o evento como vitrine da sua atual influência política e econômica, rivalizando com a China. Mas a competição acabou virando um constrangimento para o governo, que tenta responder às críticas sobre a infraestrutura e a segurança.

A primeira-ministra australiana, Julia Gillard, salientou as preocupações com a segurança, dizendo que caberá aos atletas decidirem se querem ou não participar. No domingo, supostos militantes feriram a tiros dois visitantes estrangeiros em Délhi.

"Há obviamente uma preocupação generalizada com os Jogos da Commonwealth", disse Gillard a jornalistas em Canberra.

Já Mike Hooper, executivo-chefe da Federação dos Jogos da Commonwealth (FJC) disse estar otimista com o evento, dada a urgência com que as autoridades indianas estão tratando dos problemas. "Esperamos que de agora até 14 de outubro tenhamos uma celebração bem sucedida dos Jogos", disse ele ao canal de

Ndtv.

O primeiro-ministro Manmohan Singh se reuniu com ministros para discutir os preparativos, disse uma fonte do seu gabinete, no que foi visto como um último esforço para evitar que delegações estrangeiras desistam.

Suresh Kalmadi, presidente do comitê organizador, disse que nenhuma delegação vai desistir. "Posso lhes assegurar que a segurança está bem montada. Agora, se algumas pessoas têm sua própria concepção (sobre a segurança), não posso fazer nada", afirmou ele a jornalistas.

Num sinal de desespero, o governo federal assumiu a administração da Vila dos Jogos, onde ficarão hospedados 6.500 atletas. A administração antes estava a cargo do comitê organizador local.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below