Índia reforça segurança antes de Jogos da Commonwealth

quarta-feira, 29 de setembro de 2010 14:33 BRT
 

Por Sudipto Ganguly e Amlan Chakraborty

NOVA DÉLHI (Reuters) - Forças de segurança ocuparam as instalações dos Jogos da Commonwealth (comunidade britânica) e outros locais como hotéis de luxo e estações de metrô de Nova Délhi para garantir a segurança de atletas de várias partes do mundo diante da ameaça de possíveis ataques de militantes.

A operação de segurança, com a presença de 100 mil policiais espalhados ao redor da capital indiana, começou enquanto atletas se preparam para a competição multiesportiva que acontece de 3 a 14 de outubro, realizada a cada quatro anos entre a Gra-Bretanha e as ex-colônias britânicas.

A Índia vai utilizar comandos, atiradores de elite e policiais para proteger 8 mil atletas e dirigentes que ficarão na Vila dos Jogos.

"As armas na verdade me deixaram mais segura", disse Lauren Mitchell, ginasta da equipe australiana.

Caças de combate MiG ficarão em alerta para os Jogos, enquanto helicópteros armados vão sobrevoar as cerimônias de abertura e encerramento, segundo o jornal India Express.

Os Jogos tinham como propósito melhorar a imagem da Índia como potência emergente, rivalizando com a vizinha China, que promoveu uma Olimpíada espetacular em Pequim em 2008. Mas as críticas sobre as obras, a sujeira das instalações e os temores com segurança têm suscitado questionamentos sobre a terceira maior economia da Ásia.

Os locais de competição e a Vila dos atletas estão finalmente ficando prontas, com todas as 71 delegações previstas para chegar ao país até quinta-feira.

Atletas de ponta desistiram de ir aos Jogos citando preocupações de saúde e segurança. Uma epidemia de dengue atingiu Nova Délhi, e dois turistas foram feridos por tiros de supostos militantes na cidade uma semana antes da abertura dos Jogos.