October 7, 2010 / 8:37 PM / 7 years ago

Caos volta a reinar nos Jogos da Commonwealth da Índia

4 Min, DE LEITURA

<p>Australiana Sally Pearson foi desclassificada ap&oacute;s vencer a prova dos 100 metros rasos por ter queimado a largada durante os Jogos da Commonwealth, em Nova D&eacute;lhi.Suzanne Plunkett</p>

Por Nick Mulvenney

NOVA DÉLHI (Reuters) - O caos voltou a imperar nesta quinta-feira nos Jogos da Commonwealth, disputados em Nova Délhi, quando, três horas depois de vencer a prova dos 100 metros rasos, a australiana Sally Pearson foi desclassificada por ter queimado a largada.

A trapalhada no estádio Jawarharlal Nehru soma-se a dois outros constrangimentos para os organizadores no quinto dia da competição: uma piscina que pode estar deixando os nadadores doentes, e o entupimento de esgotos da vila de alojamento por causa de preservativos jogados pelos atletas.

Pearson já se preparava para receber a medalha quando surgiu a notícia de que o resultado estava "suspenso" à espera de um recurso da Inglaterra, cuja atleta Laura Turner também foi eliminada por queimar a largada.

O recurso inglês foi acatado, e a nigeriana Osayemi Oludamola foi proclamada campeã. A Austrália ainda recorreu, em vão.

Mesmo sem o ouro de Pearson, a Austrália continua liderando com folga o quadro de medalhas, com 32 ouros, contra 14 da anfitriã Índia. A Inglaterra vem em terceiro, com 12 ouros, um a mais que o Canadá. O evento reúne países ligados historicamente pela colonização britânica.

Na ausência dos melhores velocistas da Commonwealth (comunidade de ex-repúblicas britânicas) -- como o jamaicano recordista mundial Usain Bolt --, Lerone Clarke, também da Jamaica, teve uma vitória tranquila na prova masculina dos 100 metros com o tempo de 10s12, o segundo pior de um vencedor no evento desde 1974.

QUALIDADE DA ÁGUA

No começo do dia, a Inglaterra disse ter recebido garantias dos organizadores a respeito da boa qualidade da água na piscina de Nova Délhi, onde vários nadadores adoeceram.

A maioria dos nadadores rejeitou a ideia de que a água esteja fazendo mal, mas sem dúvida vários atletas estão sofrendo diarreias em Nova Délhi.

"Está acontecendo com todo mundo em todos os esportes, é um lugar ao qual não estamos acostumados. Para quem consegue ficar confortável no desconforto, está ótimo", disse o nadador canadense Brent Hayden após ganhar o ouro na prova dos 100 metros livre.

A preparação para o evento de Nova Délhi já havia sido marcada por suspeitas de corrupção, imagens de sujeira na vila dos atletas, um surto de dengue e a queda de uma passarela para pedestres. Algumas delegações também manifestaram preocupação com a segurança.

Já depois do início dos Jogos, que duram 12 dias, os participantes começaram a se queixar de dificuldades nos transportes, defeitos técnicos e problemas com alimentação.

Para piorar a situação, a imprensa local disse que o sistema de esgoto da vila dos atletas entupiu depois de receber centenas de preservativos usados.

"Se isso está acontecendo, mostra que há uso de preservativos, e acho que é uma notícia muito positiva -- os atletas estão sendo responsáveis", disse Mike Fennell, presidente da Federação dos Jogos da Commonwealth. "Todos nós sabemos que estimular o sexo seguro é muito importante."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below