9 de Outubro de 2010 / às 12:26 / 7 anos atrás

Treino do GP do Japão de Fórmula 1 é adiado devido à chuva

SUZUKA (Reuters) - O treino classificatório para o Grande Prêmio do Japão foi adiado para a manhã de domingo no horário local (noite de sábado no Brasil) após uma forte chuva neste sábado ter deixado a pista alagada e sem condições de uso.

O início da sessão de uma hora em Suzuka foi adiado por três vezes, em intervalos de meia-hora, e o safety car deu voltas de teste, mas a pista cheia de água e a luz diminuindo conforme o dia anoitecia tornou o adiamento inevitável.

A expectativa é que as condições climáticas estejam melhores no domingo, com previsão de tempo seco. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) disse que o treino classificatório deve começar às 10h do horário local no domingo (22h de sábado no horário de Brasília), ou seja, apenas 5 horas antes da largada, que será às 3h de domingo no horário oficial brasileiro.

Será a segunda vez que um treino classificatório teve de ser adiado para o domingo em Suzuka. Em 2004, o ciclone Ma-on atingiu a área e forçou os times a aguardarem até o dia da corrida.

O treino final deste sábado teve dois pilotos correndo e marcando tempo, mas outros desistiram conforme a chuva aumentava.

Grupos de fãs encharcados, com vários deles acampando durante a noite no circuito, permaneceram sob guarda-chuvas esperando pelo treino. Outros, no entanto, se abrigaram da tempestade em um parque de diversões próximo.

Os mecânicos nas garagens das equipes usaram barcos improvisados para simular um grid de largada, enquanto os pilotos apenas olharam para fora sob a chuva para acenar aos torcedores ou simular movimentos de natação.

Outros correram para redes sociais como Twitter, oferecendo atualizações regulares e piadas para diminuir o tédio da espera. Um público de 10 mil pessoas é esperado no domingo.

O piloto da McLaren Lewis Hamilton, que bateu no treino da sexta, disse que a pista estava muito escorregadia na manhã de sábado.

“Isto é inacreditável. É praticamente impossível dirigir lá fora. Há rios em todos os lugares”, disse o inglês, que foi campeão da modalidade em 2008 e é um dos cinco pilotos que podem conquistar o título deste ano, no rádio da equipe.

O australiano Mark Webber lidera a competição com a Red Bull, 11 pontos à frente de Fernando Alonso, da Ferrari, com quatro provas a serem disputadas.

Hamilton é o terceiro, 20 pontos atrás, com Sebastian Vettel da Red Bull apenas um ponto atrás do inglês e Jenson Button, da McLaren, em quinto e 25 pontos atrás do Webber.

“A batida de ontem não me ajudou,” disse Hamilton. “Você precisa disputar o máximo de voltas que puder por aqui e eu fiz umas 15 voltas nesse final de semana, mas como a gente está correndo durante o ano inteiro, acho que tudo deve dar certo.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below