9 de Outubro de 2010 / às 18:47 / 7 anos atrás

Grande Prêmio da Coreia do Sul vai acontecer, diz Ecclestone

Por Alan Baldwin

SUZUKA (Reuters) - O Grande Prêmio da Coreia do Sul vai acontecer como planejado, disse, neste sábado, o principal executivo da Fórmula 1, Bernie Ecclestone.

“Eu estarei lá, o mundo estará acompanhando e nós teremos uma grande corrida. Está tudo confirmado, ponto final,” disse o britânico, que não vai assistir ao GP do Japão neste domingo, ao jornal inglês Daily Express.

“Eles tiveram problemas, mas fizeram maravilhas nas últimas semanas,” disse o executivo de 79 anos.

“Eu estive em contato com eles, vi fotografias e os pontos principais foram acordados. Eles vão passar pela inspeção.”

O diretor de corridas da federação de automobilismo internacional (FIA, na sigla em inglês), Charlie Whiting, deve inspecionar no início da próxima semana o circuito de Yeongam, a quatro horas de Seul, menos de duas semanas antes da prova, em 24 de outubro.

Ecclestone havia afirmado, durante o Grande Prêmio de Cingapura, que a corrida estava em risco, já que os organizadores corriam contra o tempo para completar o circuito, e fotografias do local indicavam que ainda havia muito a ser feito.

O cancelamento teria um grande impacto no resultado final do campeonato, já que cinco pilotos estão separados por 25 pontos e há 100 pontos em disputa, incluindo a corrida de domingo em Suzuka.

Os pilotos da Fórmula 1 disseram acreditar que a FIA vai colocar questões de segurança à frente de critérios comerciais e os chefes de equipe afirmaram, neste sábado, que esperam ir à Coreia do Sul mesmo se os problemas continuarem.

O principal executivo da McLaren Martin Whitmarsh disse que a equipe irá para a Coreia do Sul após deixar o Japão, na segunda-feira.

“É evidente que quando (a FIA) chegar lá, nossos carros e equipamentos já estarão na Coreia do Sul, então será tarde demais,” disse ele. “Eu acho que devemos respeitar o fato de que muito dinheiro foi gasto e muitos esforços foram feitos; estou certo de que a nação sul-coreana vai garantir que o Grande Prêmio aconteça.”

O chefe da equipe Mercedes, Ross Brawn, que tem os pilotos Michael Schumacher e Nico Rosberg fora da disputa pelo título, concordou. “A última camada na pista foi colocada e eles estão terminando as zebras e assim por diante. A FIA vai chegar lá logo e todos parecem confiantes de que a corrida vai acontecer,” disse ele.

“Eu acho que a infraestrutura vai estar, provavelmente, um pouco fraca, mas nós queremos correr lá e faremos tudo o que pudermos para isso,” acrescentou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below