Hamilton termina prova mas quer esquecer GP do Japão

domingo, 10 de outubro de 2010 12:51 BRT
 

Por Alan Baldwin

SUZUKA (Reuters) - Lewis Hamilton, esperança da McLaren na briga pelo título da Fórmula 1, estava feliz por deixar o pesadelo do GP do Japão para trás, neste domingo.

A única coisa que pareceu dar certo para o campeão de 2008, que terminou em quinto em Suzuka e caiu para o quarto lugar na classificação geral, é que ele não abandonou a prova.

Depois das três corridas em quatro que ele não conseguiu terminar, o britânico chegou a Suzuka otimista de que a roda da fortuna estava prestes a virar para o seu lado. Mas essa foi uma falsa esperança.

Em vez disso, Hamilton bateu no treino livre de sexta-feira e não conseguiu terminar uma série de voltas.

A sessão de sábado foi interrompida pela chuva e ele recebeu a punição de perder cinco posições no grid de largada por ter trocado a caixa de câmbio depois que um problema foi detectado tarde demais.

Ele estava com uma infecção no ouvido e teve de participar da parada dos pilotos a bordo de um Messerschmitt de três rodas, de 1950, enquanto seus rivais acenavam para o público em Rolls Royces e Ferraris.

"Aquilo foi ridículo", disse ele.

Então, sua caixa de câmbio que foi trocada passou a dar problemas.   Continuação...

 
<p>Lewis Hamilton, da McLaren, ap&oacute;s treino classificat&oacute;rio do Grande Pr&ecirc;mio do Jap&atilde;o no circuito de Suzuka neste domingo. REUTERS/Vivek Prakash</p>