De Abu Dhabi a Derby, seleção reconstrói mentalidade vencedora

terça-feira, 12 de outubro de 2010 15:06 BRT
 

Por Mike Collett

DERBY, Inglaterra (Reuters) - O mundo viajará para o Brasil para a próxima Copa do Mundo de futebol, mas até lá a seleção brasileira viajará pelo mundo como parte de sua tarefa de conquistar o título pela sexta vez em 2014.

O técnico Mano Menezes e seu time sentiram-se em casa na segunda-feira ao bater a Ucrânia por 2 a 0 no Pride Park, casa do time inglês Derby County, último local a receber o time que segue como a maior atração mundial em termos de futebol.

À primeira vista, jogar com a Ucrânia em uma cidade do interior da Inglaterra em uma segunda-feira de outubro pode ser entendido como mais um jogo caça níqueis em meio a um calendário futebolístico já lotado.

Mas nem Mano Menezes nem a direção do Derby County viram a coisa por esse ângulo, e os canais de televisão refletiram o grande interesse no jogo, com exibição ao vivo para mais de 100 países.

John Vicars, vice-presidente de operações do Derby, disse à Reuters antes da partida que o jogo do Brasil era com certeza um dos mais prestigiosos eventos que o clube já realizou.

"Nós tivemos apenas duas semanas para organizar tudo depois que os planos deles de realizarem o jogo no Oriente Médio não vingaram", afirmou Vicars.

"Recebemos uma ligação da agência que organiza os jogos do Brasil no exterior perguntando se nós gostaríamos de receber a partida. Você não diz não para o Brasil, não é? E é claro que foi uma grande honra pra gente realizar o evento. Se empatar, já estará bom", acrescentou o dirigente, referindo-se à expectativa de renda total da partida ante os gastos na organização.

"Nós já recebemos a seleção inglesa uma vez no Pride Park, mas receber o Brasil, francamente, foi uma coisa que nós nunca sonhamos que seria possível".   Continuação...