Índia supera problemas e encerra Jogos Britânicos em alta

quinta-feira, 14 de outubro de 2010 18:49 BRT
 

Por Nick Mulvenney

NOVA DÉLHI (Reuters) - Um impecável espetáculo de canto e dança encerrou na quinta-feira na Índia os Jogos da Commonwealth, evento que chegou a ser visto como um constrangimento nacional.

Os Jogos, que custaram 6 bilhões de dólares, começaram com vários problemas na primeira semana, mas depois entraram nos eixos, deixando atletas felizes e a Índia orgulhosa com a sua melhor participação na história dos eventos esportivos.

Suresh Kalmadi, chefe do comitê organizador, que acabou vinculado pela opinião pública aos problemas, foi vaiado na cerimônia de encerramento, como já havia sido na abertura. Mas ele elogiou a cidade pela garra com que resgatou os Jogos da crise.

"Há um mês, havia perguntas sobre se os Jogos até mesmo seriam realizados", disse ele. "Sabíamos que se tratava da capacidade da Índia de se erguer e mostrar ao mundo do que somos capazes e o que podemos conseguir diante da adversidade. Fizemos exatamente isso."

Antes do início dos Jogos da Comunidade Britânica, as imagens de sujeira na vila dos atletas, o desabamento de uma passarela de pedestres, denúncias de corrupção e preocupações com a segurança marcaram os preparativos.

Mas a vila acabou ficando habitável, a passarela foi reconstruída pelo Exército, e nenhum incidente grave aconteceu.

"A organização destes Jogos se caracterizou por muitos desafios e superou esses obstáculos para oferecer um evento realmente extraordinário", disse Michael Fennell, chefe da Federação dos Jogos da Commonwealth, aos 60 mil espectadores no Estádio Jawaharlal Nehru.

A Índia ficou em segundo lugar no quadro de medalhas, com 38 ouros, atrás da Austrália, com 74 - sexta vez seguida que os australianos lideram o evento. A Inglaterra ficou em terceiro, com 37 ouros, e o Canadá conseguiu 12. África do Sul, Quênia e Malásia empataram com 12 medalhas de ouro.   Continuação...