Mano vai encontrar trio da Inter de Milão

terça-feira, 19 de outubro de 2010 17:33 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Em visita à Europa para assistir a partidas e conversar com jogadores brasileiros, o técnico Mano Menezes vai se encontrar na quinta-feira com Julio Cesar, Maicon e Lúcio, que ainda não foram convocados pelo novo treinador do Brasil.

Considerados destaques da seleção brasileira antes da derrota para a Holanda na Copa do Mundo da África do Sul, os três jogadores da Inter de Milão perderam espaço na equipe depois que Mano substituiu Dunga no comando. No entanto, o novo técnico quer esclarecer que todos os jogadores, inclusive os que estiveram na fracassada campanha do Mundial, são considerados para a seleção.

"A conversa visa a mostrar o que está sendo feito, passar para todos o início do trabalho e o acompanhamento direto do trabalho deles nos clubes", disse Mano ao site da Confederação Brasileira de Futebol (www.cbf.com.br) nesta terça-feira.

"Com esses jogadores, a conversa se torna ainda mais importante, pois evita que cheguem a eles informações que não correspondem à verdade e interpretações equivocadas", acrescentou o treinador, cuja equipe venceu EUA, Irã e Ucrânia, sem levar nenhum gol, em seus três primeiros jogos.

A viagem de Mano tem como objetivo observar e conversar com jogadores brasileiros antes da convocação para a partida do mês que vem contra a rival Argentina. O técnico assistirá a três partidas -- Milan x Chievo, Real Madrid x Milan e Tottenham x Inter de Milão.

No centro de treinamento do Milan, o técnico conversou com Alexandre Pato, Robinho e Thiago Silva, que estiveram nas primeiras partidas do Brasil. Na Espanha, ele conversou com Kaká, que se recupera de uma lesão no joelho, e o lateral-esquerdo Marcelo, além do treinador José Mourinho, de acordo com a CBF.

Mano negou que tenha conversado com Ronaldinho Gaúcho sobre a possibilidade da volta do meia do Milan à seleção brasileira, como noticiou a imprensa italiana nesta terça.

"Não falei sobre algum jogador específico. O motivo de minha viagem foi acompanhar as partidas, observar o trabalho dos jogadores brasileiros e mostrar a todos o está sendo feito na seleção brasileira. Somente isso."

(Por Pedro Fonseca)