Rússia retira candidatura para Copa 2022 e se concentra em 2018

sexta-feira, 22 de outubro de 2010 15:48 BRST
 

MOSCOU (Reuters) - A Rússia retirou oficialmente nesta sexta-feira sua candidatura para sediar a Copa do Mundo de 2022, com o objetivo de concentrar-se exclusivamente em sua proposta para organizar o Mundial de 2018.

"A Rússia está colocando sua mira exclusivamente em ser sede do Mundial da Fifa de 2018 e retirou oficialmente sua candidatura para a edição de 2022 do maior e mais importante evento esportivo do mundo", informou a candidatura russa em comunicado.

"Esperamos que nos confiem a organização do principal evento da Fifa e estaremos prontos para inspirar a família do futebol mundial em 2018", acrescentou a nota, assinada pelo presidente da candidatura russa e ministro de Esportes, Vitaly Mutki.

Rússia, Inglaterra e as candidaturas conjuntas de Espanha/Portugal e Bélgica/Holanda disputam o direito de organizar o Mundial de 2018, enquanto Japão, Coreia do Sul, Catar, EUA e Austrália seguem na disputa pela Copa de 2022.

Na semana passada, a Inglaterra retirou oficialmente sua candidatura para o torneio de 2022, após os Estados Unidos terem retirado sua proposta por 2018 -- o que significa que a Copa de 2018 será realizada na Europa.

O Mundial de 2014 será no Brasil.

(Reportagem de Gennady Fyodorov)