Inglaterra faz queixa contra candidatura russa para Copa 2018

terça-feira, 26 de outubro de 2010 13:23 BRST
 

Por Brian Homewood

ZURIQUE (Reuters) - A equipe da candidatura da Inglaterra para a Copa do Mundo de 2018 apresentou uma queixa formal à Fifa nesta terça-feira contra o chefe da proposta adversária da Rússia, que depois pediu desculpas por um "mal entendido" a respeito de comentários atribuídos a ele.

Um porta-voz da proposta inglesa confirmou que a reclamação apresentada à Fifa diz respeito especificamente a comentários feitos pelo russo Alexei Sorokin, e não contra a candidatura da Rússia.

Sorokin, em comentários publicados no jornal local Sport-Express, criticou o alto índice de criminalidade de Londres e o grande consumo de álcool na capital britânica.

As regras da Fifa proíbem países adversários de fazer qualquer comentário sobre candidaturas concorrentes.

Sorokin disse à Reuters também nesta terça que autoridades da proposta russas poderiam enviar uma carta formal à Fifa e à candidata inglesa para explicar o incidente, se necessário.

"Posso apenas pedir desculpas pelo mal entendido", disse ele. "Temos a gravação da entrevista e eu sei que não quebrei nenhuma regra. Não tentei agredir ou desacreditar nossos adversários, não houve qualquer maldade, estou 100 por cento certo disso."

O incidente entre Inglaterra e Rússia aumenta a polêmica em torno da escolha da sede da Copa do Mundo de 2018, após denuncias de que dois membros do comitê executivo da Fifa teriam oferecido vender seus votos.

A Fifa também investiga uma suspeita de troca de votos entre candidaturas nas eleições dos Mundiais de 2018 e 2022.   Continuação...