Estudo da Fifa recomenda 11 exercícios contra lesões no futebol

sexta-feira, 29 de outubro de 2010 10:08 BRST
 

NOVA YORK (Reuters Life!) - O futebol é o esporte mais popular do mundo, jogado por milhões de pessoas -- e causando milhões de contusões por ano entre profissionais e amadores.

Mas um conjunto de 11 exercícios de baixo impacto na hora do aquecimento pode reduzir as lesões em até 12 por cento durante as partidas e em 25 por cento durante os treinos, segundo um estudo com a participação da Fifa, publicado na revista The American Journal of Sports Medicine.

O programa -- apelidado inicialmente de "Os 11", e agora atualizado como "Os 11+" --, abrange estabilidade, equilíbrio, flexibilidade e força. Todos os movimentos foram especialmente desenvolvidos para o futebol.

Durante o estudo, realizado na Suíça, o programa de exercícios foi integrado a um curso que os técnicos têm de fazer.

Mil treinadores foram questionados em duas ocasiões sobre as lesões de seus jogadores, num intervalo de quatro anos.

Os que usavam "Os 11" disseram que 12,6 por cento dos seus jogadores haviam se machucado durante partidas no mês prévio ao questionário. Os que não usavam o programa relataram um índice de 14,2 por cento de atletas contundidos.

"Mesmo esse pequeno percentual, em nível nacional, tem importância", disse Jiri Dvorak, médico-chefe da Fifa e coordenador do estudo. Ele lembrou que, por serem milhões de praticantes no mundo, mesmo uma redução de 1 ponto percentual já representa um grande benefício.

Os futebolistas tendem a usar demais o quadríceps e os músculos internos da coxa, o que leva à maioria das contusões mais comuns nos gramados -- torções de tornozelo, estiramentos de panturrilha e virilha, e lesões nos ligamentos dos joelhos.

Dvorak disse que o programa de exercícios está sendo implementado no Japão, em outros países da Europa e nas Américas.   Continuação...