Maradona chega aos 50 anos longe do seu grande amor, o futebol

sexta-feira, 29 de outubro de 2010 17:29 BRST
 

Por Luis Ampuero

BUENOS AIRES (Reuters) - O ex-jogador argentino Diego Maradona celebrará no sábado seus 50 anos de vida, rodeado por seus afetos, mas longe de duas coisas com as quais convive há mais de três décadas: o futebol e a atenção constante do público.

Maradona pretendia passar o aniversário em Nápoles, onde foi ídolo e ganhou vários títulos com o time local entre 1984 e 91. Mas uma milionária dívida fiscal na Itália estragou a festa.

Também se especulou que ele receberia um bolo gigante no estádio do Boca Juniors, mas tampouco festejará na "Bombonera", onde não vai desde sua polêmica temporada como treinador da seleção argentina.

"Não há nada de especial... não há nada, está tranquilo", disse à Reuters um amigo íntimo de Maradona ao ser questionado sobre os planos para a festa.

Desde que voltou da Copa da África do Sul, Maradona apareceu em público poucas vezes, algo raro na sua atribulada vida, dominada pelas polêmicas e pelo contraste entre a magia que mostrou dentro de campo e os problemas que viveu fora dele.

"Tenho as portas fechadas na seleção", disse Maradona recentemente. "Estou muito triste como tudo aconteceu, depois da (derrota para a) Alemanha fiquei morto", afirmou, referindo-se à eliminação nas quartas de final da Copa, numa goleada por 4 x 1.

Nesta semana Maradona voltou a se expor, comparecendo ao velório do ex-presidente Néstor Kirchner, a quem se referiu como um "gladiador".

"Na Argentina não queremos mais hipocrisia", disse ele numa rápida conversa com jornalistas, criticando adversários de Kirchner que o homenagearam depois da sua morte, ocorrida na quarta-feira. A declaração também pode ser vista como uma alusão ao amor e ódio que sentiu na pele ao longo da vida.   Continuação...

 
<p>O ex-t&eacute;cnico da sele&ccedil;&atilde;o argentina, Diego Maradona, prepara-se para chutar a bola durante partida beneficente em Buenos Aires, 16 de outubro de 2010. REUTERS/Enrique Marcarian</p>