Grandes clubes europeus querem Bale, mas Tottenham não negocia

quarta-feira, 3 de novembro de 2010 12:36 BRST
 

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - O meia-esquerdo Gareth Bale, do Tottenham Hotspur, está sendo cobiçado por grandes clubes da Europa depois de destruir a defesa da Inter de Milão pela segunda vez em duas semanas, mas o técnico Harry Redknapp disse nesta quarta-feira que ele não está à venda.

O galês marcou três gols na derrota por 4 x 3 para os italianos no San Siro e teve uma grande atuação na terça-feira, quando o Tottenham venceu os atuais campeões europeus por 3 a 1 no estádio White Hart Lane, alcançando a liderança do Grupo A da Liga dos Campeões.

Bale, de 21 anos, superou o lateral-direito brasileiro Maicon com uma grande performance, criando o segundo e terceiro gols do time inglês, que está bem na competição europeia.

Glenn Hoddle, um dos maiores jogadores do Tottenham de todos os tempos, afirmou que o Barcelona e o Real Madrid tentarão contratar Bale, embora Redknapp tenha dito que ele é inegociável.

"Você não conseguiria comprá-lo por 25 ou 30 milhões de libras (40 ou 50 milhões de dólares) com certeza," afirmou Redknapp ao Sky Sports News, em entrevista concedida nesta quarta-feira. "Se ele tivesse um valor, e se quiséssemos vendê-lo, seria muito mais do que isso."

"Ele é um grande jovem jogador. Não consideraríamos uma proposta. O presidente disse que ele não está à venda, e isso já é bom o suficiente", afirmou.

"Estamos construindo um time no Tottenham e somos um clube que está chegando a alguns lugares. Tudo se resume a seguir em frente e não estamos pensando em vender nossos melhores jogadores."