Webber diz que não tem planos de deixar a Red Bull

sexta-feira, 5 de novembro de 2010 17:42 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Mark Webber minimizou na sexta-feira especulações de que poderia sair da Red Bull no final da temporada de Fórmula 1, depois de acusar a equipe de favorecer seu companheiro Sebastian Vettel.

O australiano disse aos repórteres após ficar em segundo lugar nos treinos livres para o Grande Prêmio do Brasil, atrás de Vettel, que não existem problemas.

"Está tudo bem. Acho que ontem houve alguns comentários que eu não acredito que tenha sido uma grande surpresa para as pessoas, mas está tudo bem na equipe", disse Webber, segundo colocado na classificação geral, que tem contrato para 2011.

"Tenho um relacionamento muito bom com as pessoas certas que me dão tecnicamente uma ótima chance de fazer um trabalho muito bom, e isso é o mais importante."

"Enquanto eu estiver curtindo pilotar e estiver razoavelmente bem, e foi tudo bem hoje, e contanto que eu não esqueça como dirigir nos próximos meses, então claro que estarei aqui nos próximos anos", acrescentou o piloto de 34 anos.

Webber está 11 pontos atrás do líder Fernando Alonso, da Ferrari, restando duas provas para o final do campeonato. Vettel está a 14 pontos do companheiro.

Na quinta-feira, o australiano acusou a Red Bull de favorecer emocionalmente o alemão.

(Reportagem de Alan Baldwin)