6 de Novembro de 2010 / às 19:55 / 7 anos atrás

Massa culpa temperatura dos pneus por 9o lugar no GP Brasil

<p>Felipe Massa deixa os boxes durante treino classificat&oacute;rio para o Grande Pr&ecirc;mio do Brasil, neste s&aacute;bado. Ap&oacute;s fazer a 9a coloca&ccedil;&atilde;o no treino, Massa disse que os pneus de sua Ferrari n&atilde;o atingiram a temperatura ideal, o que dificultou sua a&ccedil;&atilde;o em Interlagos.</p>

Por Tatiana Ramil

SÃO PAULO (Reuters) - Após fazer a 9a colocação no treino classificatório para o Grande Prêmio do Brasil, Felipe Massa disse que os pneus de sua Ferrari não atingiram a temperatura ideal, o que dificultou sua ação em Interlagos, neste sábado.

O treino em São Paulo começou com a pista molhada, mas aos poucos ela foi secando, e os pilotos tiveram que usar pneus para pista seca na terceira parte da sessão.

"Não foi a classificação que eu imaginava, eu imaginava estar largando na frente", disse Massa a jornalistas. "Foi uma classificação difícil tanto na chuva quanto no meio-seco, principalmente no Q3. A gente colocou pneu de pista seca e viu aquilo que eu sofri praticamente a maior parte das corridas: ter o pneu na temperatura ideal."

"Numa pista úmida ter que esquentar o pneu de cara para virar em uma, duas voltas, o tempo necessário, era praticamente impossível. Isso foi o que criou o problema maior na nossa classificação, não só para mim, mas para o Alonso também", completou o brasileiro.

Fernando Alonso, companheiro de Massa, largará na quinta posição. Líder do campeonato, o espanhol pode conquistar o título em São Paulo no domingo se vencer a corrida e o australiano Mark Webber, da Red Bull, não chegar entre os quatro primeiros.

Massa voltou a afirmar que ajudaria Alonso a levar o campeonato se pudesse, mas que seu objetivo é terminar a prova em uma boa colocação, após as dificuldades do treino classificatório.

"Eu cheguei aqui pensando na pole e na vitória, e o que eu estou pensando agora para amanhã é chegar na melhor posição possível", afirmou o brasileiro, que venceu em casa em 2006 e 2008 e havia feito a pole nas últimas três corridas que tinha disputado em Interlagos, 2006, 2007 e 2008 - no ano passado não correu por causa de uma lesão.

Massa parabenizou o alemão Nico Hulkenberg, da Williams, pela primeira colocação no treino e evitou comentar as chances da equipe Red Bull, favorita para ganhar em pista seca, que é a previsão para domingo.

Os carros da Red Bull largarão em segundo e terceiro lugares, com Sebastian Vettel e Webber, respectivamente.

Segundo o brasileiro, a Red Bull largou na pole position na maioria das corridas este ano, mas não ganhou muitas delas. "É importante chegar no final (da corrida), essa é a situação mais certa para se pensar amanhã", resumiu.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below