November 7, 2010 / 4:49 PM / 7 years ago

Líder Lazio perde clássico, Milan e Juventus vencem

4 Min, DE LEITURA

<p>Jogadores da Roma Mirko Vucinic (direita) e Marco Borriello (esquerda) comemoram final da partida em que sua equipe derrotou a Lazio por 2 x 0 pelo Campeonato Italiano, neste domingo, 7 de novembro de 2010.Max Rossi</p>

Por Mark Meadows

MILÃO (Reuters) - O goleiro da Lazio, Fernando Muslera, assistia horrorizado enquanto o pênalti fraco cobrado por Marco Borriello passava sob seu corpo e ia parar no fundo da rede para ajudar a sua rival Roma a vencer a líder do Campeonato Italiano por 2 x 0, neste domingo.

Mirko Vucinic ampliou o placar no segundo tempo para mudar o já tradicional clássico explosivo, que ganhou vida após o intervalo.

A primeira derrota da Lazio desde o início do campeonato permitiu que o segundo colocado Milan diminuísse sua vantagem para apenas dois pontos e ultrapassasse a campeã Inter de Milão com a vitória sobre o Bari por 3 x 2.

Juventus e Napoli estão apenas um ponto atrás da terceira colocada Inter, que empatou em 1 x 1 com o Brescia em pleno San Siro, no sábado, depois das vitórias em casa de Cesena e Parma.

Depois de quase não ter sobrevivido à briga para não ser rebaixada, a Lazio tem sido uma revelação no campeonato, mas seu décimo jogo fora de casa terminou em grande desapontamento.

A Roma, candidata ao título da temporada passada, mas inconsistente na atual, jogou sem o capitão Francesco Totti, suspenso, mas conseguiu sair na frente quando, aos 7 minutos do segundo tempo Stephan Lichtsteiner colocou a mão na bola cruzada na área por Simplício.

Ex-atacante do Milan, Borriello não conseguiu chutar com força, mas Muslera, goleiro do Uruguai na Copa do Mundo, saltou na direção da bola e a deixou passar.

Os assentos vazios no Estádio Olímpico e incomum falta de paixão no primeiro tempo foram esquecidos durante a emocionante etapa complementar, quando os dois times acertaram a trave e o meio-campo da Lazio Stefano Mauri ficou furioso quando um pênalti não foi dado a favor de seu time.

Vucinic encerrou o confronto, normalmente manchado pela violência da torcida, o que não aconteceu desta vez, ao converter um segundo pênalti a três minutos do final da partida depois que André Dias cometeu falta em Julio Baptista.

"Jogamos um pouco melhor, mas espero que esta vitória nos dê mais motivação", disse Vucinic, cujo time subiu para a sétima colocação, à Sky TV.

Apenas Substitutos

O Milan começou de forma arrasadora quando o capitão Massimo Ambrosini, de volta depois de um mês fora por causa de contusão, completou de cabeça o cruzamento de seu companheiro Clarence Seedorf.

O técnico Massimiliano Allegri novamente deixou Filippo Inzaghi no banco apesar de seu apoio no empate de 2 x 2 pela Liga dos Campeões com o Real Madrid, na quarta-feira, mas fez várias mudanças com Ronaldinho e Alexandre Pato, que também estavam no banco.

O meio-campo Mathieu Flamini ampliou a vantagem do Milan aos 30 minutos depois que Zlatan Ibrahimovic ganhou muito espaço para preparar a jogada para ele.

O Bari diminuiu com Vitali Kutuzov e Paulo Barreto, mas Pato fez o terceiro do Milan.

A Juventus, tão afetada com contusões quanto a Inter, saiu de um placar desfavorável para vencer o Cesena, que ficou com dez jogadores, por 3 x 1, com gols de Alessandro Del Piero, de pênalti, Fabio Quagliarella e Vincenzo Iaquinta.

Edinson Cavani marcou duas vezes na vitória do Napoli por 2 x 0 sobre o Parma, enquanto o sexto colocado Sampdoria apenas empatou em 0 x 0 com o Catania, com o atacante Antonio Cassano ainda suspenso por ter xingado o presidente do clube.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below