Red Bulls contra Alonso na disputa pelo título da Fórmula 1

quarta-feira, 10 de novembro de 2010 16:44 BRST
 

Por Alan Baldwin

ABU DHABI (Reuters) - O piloto espanhol Fernando Alonso terá que deter os dois carros da equipe Red Bull no fim de semana em Abu Dhabi para sagrar-se tricampeão mundial de Fórmula 1.

Para isso, ele terá que chegar à frente de Sebastian Vettel, vencedor no ano passado da primeira prova nos Emirados Árabes Unidos, e Mark Webber, que juntos poderão complicar a vida do piloto da Ferrari.

Com apenas 23 anos, o alemão Vettel poderá transformar-se no piloto mais jovem a conquistar o título mundial, após uma temporada emocionante e sem precedentes, com quatro candidatos ao título na última prova do ano.

Quem levará o título da temporada mais equilibrada em 60 anos de F1 dependerá de uma variedade de fatores.

Os três principais candidatos podem inclusive terminar a corrida de domingo empatados com 256 pontos, resultado que daria o título a Vettel pelo retrospecto da temporada.

"Vai ser um fim de semana estressante para todos nós, mas isso é Fórmula 1 e tudo pode acontecer", disse Alonso, que espera terminar o ano da mesma forma que começou no Barein, com vitória.

O espanhol é o líder do campeonato com 246 pontos, seguido por Webber, com 238, e Vettel, com 231. Os pilotos da Red Bull fizeram uma dobradinha no Brasil no domingo, dando à equipe austríaca seu primeiro título mundial de Construtores.

"Só preciso chegar em segundo", acrescentou Alonso. "Não importa quem ganhe em Abu Dhabi se eu chegar em segundo. Com isso, o problema está acabado."

A decisão do título também pode acabar em polêmica. Se Alonso for o campeão por menos de sete pontos de vantagem -- diferença que ele obteve ao vencer na Alemanha num jogo de equipe com o brasileiro Felipe Massa, para muitos o título estará manchado.

"Fernando é um piloto excepcional. Alguns ficarão decepcionados pelo que aconteceu em Hockenheim e vão questionar se ele merece. Espero que ganhe o título por mais de sete pontos", opinou o campeão de 2009, Jenson Button.

 
<p>Espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, ter&aacute; que deter os dois carros da equipe Red Bull em Abu Dhabi para conquistar o tricampeonato mundial da F&oacute;rmula 1. REUTERS/Bruno Domingos</p>