"Imperador" do atletismo, Gebrselassie desiste de se aposentar

segunda-feira, 15 de novembro de 2010 13:52 BRST
 

Por Sabrina Yohannes

NOVA YORK (Reuters) - O maratonista detentor de recordes mundiais Haile Gebrselassie reverteu sua decisão de aposentar-se das pistas e vai continuar a correr em competições esportivas.

O grande corredor etíope desistiu de participar da maratona de Nova York em 7 de novembro em função de uma lesão no joelho e imediatamente anunciou seu afastamento do atletismo.

"No sábado Gebrselassie viajou para Wollega (na Etiópia), onde uma corrida estava acontecendo, e disse que, enquanto tiver saúde, vai continuar a correr," disse à Reuters o técnico do atleta, Woldemeskel Kostre, falando ao telefone.

"Repórteres locais lhe perguntaram, e ele disse que vai continuar a correr."

Visto como o melhor corredor de longa distância de todos os tempos, depois de quebrar 27 recordes mundiais, Gebrselassie, 37 anos, esteve em Wollega para dar o pontapé inicial da corrida Grande Nekemte, de 10 quilômetros, no domingo.

"Desde que tenha vontade e disposição, ele poderá continuar a correr até os 45," disse Kostre. "As pessoas aqui o estão incentivando a continuar."

A televisão etíope divulgou que Gebrselassie disse que continuará a preparar-se para as Olimpíadas de 2012 em Londres.

O veterano corredor também anunciou sua aposentadoria e depois voltou atrás após as Olimpíadas de Atenas, em 2004, quando ficou sem medalhas na corrida de 10 mil metros.

Apelidado de "O Imperador" em Adis Ababa, onde é reverenciado, Gebrselassie levou a medalha de ouro dos 10 mil metros nas Olimpíadas de 1996 e 2000 e conquistou quatro títulos mundiais consecutivos nessa distância.

Ele vem se mostrando igualmente impressionante em maratonas, tendo marcado o recorde mundial de maratona em Berlim em 2008.