Vettel diz que ele e Webber se acertaram após título da F1

terça-feira, 16 de novembro de 2010 15:06 BRST
 

SALZBURG, Áustria (Reuters) - O campeão da Fórmula 1 Sebastian Vettel e seu companheiro de Red Bull Mark Webber apararam as arestas depois da corrida de domingo em Abu Dhabi, que encerrou a temporada, disse o alemão nesta terça-feira.

Vettel, que ganhou a prova decisiva e ficou à frente do australiano e do espanhol da Ferrari Fernando Alonso, afirmou que a rivalidade na equipe fez com que ambos melhorassem a performance durante a temporada e que as especulações sobre as diferenças entre eles foram exageradas.

"Obviamente houve momentos em que tivemos opiniões diferentes", declarou Vettel em entrevista coletiva transmitida pela TV em Salzburg.

"Mas acho que é normal. Quando você está competindo no mesmo nível, você vai se colocar no caminho do outro e vai tentar obter a vantagem que puder. Está tudo bem e foi desta maneira que nos instigamos um ao outro", disse.

"Não foi fácil sempre. Acredito que a conversa que tivemos depois da corrida e depois da temporada foi boa para nós dois", acrescentou ele.

A rivalidade entre Vettel e Webber intensificou-se em alguns momentos no ano, com o australiano indicando um favoritismo ao companheiro, em julho, quando ganhou o Grande Prêmio da Grã-Bretanha.

Webber disse via rádio da equipe "nada mal para um segundo piloto", após a Red Bull tirar uma asa dianteira recém-modelada de seu carro e colocá-la no de Vettel. Os dois pilotos também chegaram a colidir enquanto conseguiam uma dobradinha na Turquia, em maio.

"Acho que conseguimos colocar tudo isso em palavras muito bem", disse Vettel. "Seria incorreto dizer 'o que aconteceu durante a temporada foi tudo uma bobagem e agora está tudo um mar de rosas'. Claro que houve momentos... Mas não foi tão longe quanto as pessoas presumiram."

(Reportagem de Erik Kirschbaum)

 
<p>Piloto da Red Bull Sebastian Vettel afirmou ter se acertado com seu colega de equipe Mark Webber ap&oacute;s a corrida de domingo em Abu Dhabi. REUTERS/Ahmed Jadallah</p>