Melbourne pode deixar Fórmula 1 após 2014

quarta-feira, 17 de novembro de 2010 12:11 BRST
 

MELBOURNE (Reuters) - Melbourne pode deixar de receber o Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1 após o vencimento do atual contrato em 2014, disse o governador do Estado de Victoria, John Brumby, nesta quarta-feira.

A corrida, que teve prejuízo de quase 50 milhões de dólares australianos (48,88 milhões de dólares) neste ano, tem sido realizada no circuito de rua de Albert Park desde 1996. O circuito substituiu uma pista temporária semelhante em Adelaide, que foi a sede da etapa australiana da F1 durante os 11 anos anteriores.

O Partido Trabalhista, de Brumby, disputará a reeleição neste mês numa votação que promete ser bastante acirrada, e a oposição já questionou se os contribuintes deveriam continuar arcando com os prejuízos.

"Eu sei que existem várias opiniões na sociedade e é um evento muito caro, mas continuaremos até 2014", disse Brumby à rádio ABC. "Veremos se iremos além disso, não farei nenhum compromisso além disso."

A corrida perdeu 24 milhões de dólares australianos em 2007, e registrou perdas totais de 40 milhões de dólares australianos nos últimos três anos.

A Fórmula 1 não sofre de falta de pistas e terá um calendário com 20 corridas no próximo ano, com a inclusão do novo Grande Prêmio da Índia.

(Reportagem de Nick Mulvenney)