Uefa investigará suposta expulsões forçadas no Real Madrid

quinta-feira, 25 de novembro de 2010 16:15 BRST
 

Por Brian Homewood

ZURIQUE (Reuters) - A Uefa investigará acusações de que jogadores do Real Madrid forçaram expulsões em uma partida contra o Ajax pela Liga dos Campeões.

O órgão que comanda o futebol europeu disse nesta quinta-feira que Sergio Ramos e Xabi Alonso serão investigados por possível "conduta imprópria", assim como o técnico José Mourinho e os goleiros Iker Casillas e Jerzy Dudek.

Ramos e Alonso foram expulsos durante a vitória fora de casa por 4 x 0 sobre o Ajax após receberem o segundo cartão amarelo por demorarem para repor a bola em jogo.

A expulsão significa que ambos cumprirão suspensão automática de um jogo na última partida da fase de grupos da competição europeia contra o Auxerre, um jogo que não vale nada para o time espanhol, que já garantiu a primeira posição do Grupo G do torneio e uma vaga nas oitavas de final.

Os dois jogadores haviam acumulado dois cartões amarelos na fase de grupos antes da expulsão e um terceiro cartão amarelo significaria uma suspensão durante a fase eliminatória.

Em vez disso, ambos começarão a fase de mata-mata com a ficha disciplinar limpa, caso suas suspensões automáticas não sejam ampliadas pela Uefa.

Informações da imprensa espanhola deram conta de que os jogadores obedeceram a instruções de Mourinho. A ordem teria sido passada pelo goleiro reserva Dudek durante conversa com o titular Casillas.

A TV espanhola mostrou por várias vezes um momento da partida em que os dois goleiros conversaram usando a mão para tapar suas bocas. Mourinho também foi filmado fazendo o mesmo gesto.   Continuação...