Bernie Ecclestone é ferido em assalto em Londres

sexta-feira, 26 de novembro de 2010 09:07 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O dirigente da Fórmula 1 Bernie Ecclestone foi ferido na cabeça durante um assalto no centro de Londres, disseram fontes policiais nesta sexta-feira, poucas semanas depois de ele argumentar que as ruas da cidade são mais perigosas que as do Brasil.

O bilionário, de 80 anos, recebeu chutes e socos dos agressores, que fugiram com o equivalente a cerca de 200 mil libras (319,2 mil dólares) em joias, segundo a imprensa.

O crime aconteceu na quarta-feira à noite. Quatro homens aguardavam Ecclestone e sua namorada brasileira na chegada do casal à empresa dele, chamada Formula One Holdings, no bairro de Knightsbridge, centro de Londres.

O escritório fica perto do palácio de Buckingham e da Oxford Street, uma das mais movimentadas ruas comerciais de Londres.

No começo de novembro, Ecclestone disse que era surpreendente o número de pessoas que são roubadas a cada hora na Oxford Street. A declaração foi feita a propósito de uma tentativa de assalto sofrida pelo piloto Jenson Button num congestionamento em São Paulo.

"Venho aqui há mais de 40 anos, não apenas para a corrida", disse então Ecclestone à Reuters, no dia da corrida em Interlagos, em 7 de novembro. "Já corri na praia de manhã usando relógios e nunca fui assaltado, nunca vi alguém ser assaltado", acrescentou.

"Normalmente, na América ou em qualquer outro lugar onde você vá há pessoas sendo roubadas. Em Londres, é engraçado - surpreende em Oxford Street o número de pessoas que são assaltadas por hora lá", declarou ele em São Paulo.

Por causa da criminalidade no Brasil, houve quem defendesse que o país deixasse o calendário da Fórmula 1.

A polícia londrina disse que Ecclestone foi levado para exames em um hospital e liberado em seguida.

(Por Avril Ormsby)