November 28, 2010 / 2:08 PM / 7 years ago

Federer e Nadal preparados para o "grand finale"

4 Min, DE LEITURA

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - Rafa Nadal e Roger Federer prepararam o palco para o "grand finale" da temporada masculina no sábado quando demonstraram o que os separa dos outros tenistas para selar uma final dos sonhos no ATP World Tour.

O número um do mundo Nadal mergulhou fundo na sua aparenetemente inesgotável reserva de energia para lutar com um inspirado Andy Murray num duelo de três horas antes de Federer vencer Novak Djokovic com uma deslumbrante demonstração de arte.

Nadal descreveu sua vitória por 7-6, 3-6 e 7-6 sobre Murray como uma de suas "melhores partidas na carreira" enquanto Djokovic pôde apenas ficar de pé e admirar a obra-prima de Federer no 6-1 e 6-4 na O2 Arena.

Ambos chegam à final sem derrotas e se enfrentam pela primeira vez desde a inesquecível final de Winbledon em 2008, quando Nadal arrebatou a coroa de Federer.

Há também a também o significativo prêmio de 1,6 milhão de dólares em disputa, mas com 25 títulos de grand slam entre eles, a final de domingo transcende o ganho financeiro.

"Obviamente eu estou ansioso para jogar com o Rafa amanhã (hoje)," Federer, que pode igualar-se a Pete Sampras e Ivan Lendl vencendo o torneio de fim-ano pela quinta vez, disse aos repórteres. "Quem não pode? Eu não sou diferente."

Federer precisou de uma hora e vinte minutos para bater Djokovic, que o havia vencido no Aberto dos EUA este ano.

"Toda bola parecia ouvi-lo," foi a eloquente descrição de Djokovic para a performance sublime do 16 vezes campeão de grand slams Federer. "Ele talvez esteja jogando o melhor tênis de 2010."

Enquanto a exibição de Federer garantiu o brilho de um dia de sucesso, o drama real aconteceu mais cedo quando Nadal e Murray fizeram uma partida memorável.

Um feroz encontro que fez os 17.500 espectadores levantarem e se sentarem do primeiro ao último saque, os dois encerrados com brutais forehands de Nadal.

Não admira que Murray acabou com sua quarta raquete antes do fim - as disputas de bola alongaram seu tendão muitas vezes e desafiaram o preparo físico dos dois jogadores até o limite.

"Eu acho que foi uma partida incrível," disse Nadal aos repórteres. "Estou muito feliz por vencer um grande campeão como Andy. Para mim é uma vitória maravilhosa. Seu nível é inacreditável."

Apesar da dor da derrota, Murray provou mais uma vez que pode ser uma ameaça ao domínio de nadal e Federer no próximo ano -- uma opinião compartilhada por Nadal.

"Eu meio que sabia, quando estava lá fora, que seria uma grande partida," disse Murray, que vai terminar o ano em quarto lugar no ranking, aos repórteres.

"O barulho da platéia quando empatamos em 6-6 no tiebreak (terceiro set) foi incrível. É bom em alguns aspectos estar jogos como esse. Mas não é bom perder."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below