Mourinho é suspenso e Real multado após expulsões contra Ajax

terça-feira, 30 de novembro de 2010 18:22 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - O técnico do Real Madrid, José Mourinho, foi suspenso por dois jogos pela Uefa por conduta imprópria, após acusações de que dois de seus jogadores forçaram expulsões em uma partida da Liga dos Campeões contra o Ajax.

A Uefa também puniu com multas nesta terça-feira o Real Madrid (120 mil euros), o próprio Mourinho (40 mil euros), além de quantias menores para os jogadores Sergio Ramos, Xabi Alonso, Iker Casillas e Jerzy Dudek.

A segunda partida de suspensão para Mourinho foi substituída por um período probatório de três anos, durante os quais a conduta do treinador será analisada.

A punição é mais um revés para Mourinho, após a derrota da véspera por 5 x 0 para o Barcelona em clássico do Campeonato Espanhol.

O Real Madrid tem três dias para recorrer contra a punição imposta pela Uefa.

Ramos e Alonso, que são jogadores da seleção espanhola, foram expulsos no final da partida contra o Ajax pelo Grupo G da Liga dos Campeões, vencida pelo Real por 4 x 0. Os dois jogadores receberam o segundo cartão amarelo por demorarem a recolocar a bola em jogo.

As expulsões significaram que os dois atletas cumprirão suspensão automática de um jogo cada, ou seja, ficarão fora da última partida da equipe na fase de grupos contra o Auxerre. O jogo é um mero cumprimento de tabela para o Real, pois a equipe já havia assegurado a classificação para as oitavas de final com a primeira colocação na chave. A suspensão agora evita que os atletas entrem pendurados no mata-mata.

A Uefa disse que os cartões vermelhos mostrados a Alonso e Ramos serão mantidos e que eles cumprirão a suspensão automática.

A dupla começará a fase eliminatória com um cartão amarelo para cada.

A imprensa espanhola disse que os dois jogadores forçaram a expulsão atendendo a uma ordem de Mourinho. A mensagem teria sido passada do goleiro reserva Dudek para o titular Casillas.