Ministra francesa critica declaração do ex-jogador Cantona

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010 15:20 BRST
 

PARIS (Reuters) - A ministra da Economia da França disse a Eric Cantona na quarta-feira que ficasse com o futebol e deixasse as finanças de lado, depois que o ex-jogador do Manchester United sugeriu uma corrida nacional aos bancos a fim de puni-los pelo papel dessas instituições na crise financeira.

"O sr. Cantona gosta de polêmicas. Ele é um ótimo jogador de futebol, mas não tenho certeza se precisamos dar atenção a todas as sugestões dele", disse Christine Lagarde numa entrevista coletiva.

Em uma entrevista filmada no mês passado que se tornou um hit do YouTube, Cantona disse que milhões de pessoas deveriam começar uma revolução, sacando seu dinheiro dos bancos.

"Sem armas, sem sangue", disse ele, evocando o lema do notório assaltante de bancos francês Albert Spaggiari, que em 1976 levou milhões de francos após cavar um túnel até uma agência do banco Société Générale.

"Cada um na sua", afirmou Lagarde, ao ser questionada sobre a proposta de Cantona. "Há os que jogam futebol de forma magnífica, e eu não ousaria tentar fazer isso. Acho que o melhor é que todos se atenham à sua especialidade."